/Canela ganha parque com o primeiro bondinho aéreo do Rio Grande do Sul

Canela ganha parque com o primeiro bondinho aéreo do Rio Grande do Sul

A Serra Gaúcha, que atrai milhares de turistas de todo País e do exterior ganha uma nova atração neste fim de ano: o Parques da Serra. Localizado numa região de rara beleza, entre montanhas e vales, no município de Canela, o Parques da Serra apresenta uma rica e diversificada fauna e flora e promete surpreender o público com um moderno equipamento turístico – os bondinhos aéreos. São 840 metros de percurso suspenso onde os visitantes vão poder contemplar as belas paisagens e ver bem de perto e do alto a Cascata do Caracol.

“Estamos muito satisfeitos de poder oferecer ao público um parque ambiental e um equipamento moderno e seguro nesta região, que é maravilhosa”, afirma Julio Tedesco, diretor da empresa responsável pelo empreendimento. O complexo turístico terá 59 hectares e será dividido em três estações: Central, Animal e Cascata. O principal atrativo do parque serão os 12 bondinhos, capazes de transportar até 96 pessoas simultaneamente.

O equipamento tem tecnologia da empresa suíça Rowema, que produz os bondinhos utilizados nos Alpes e é referência no setor. Os bondinhos tem capacidade para até oito pessoas sentadas e oferecem estrutura acessível também para portadores de necessidades especiais. “Os bondinhos são fechados, oferecendo conforto e segurança aos visitantes. Utilizamos a tecnologia mais moderna e segura do mundo neste tipo de equipamento”, garante Julio Tedesco. O investimento na implantação do Parques da Serra foi de R$ 15 milhões e, a partir de 6 de dezembro, ele estará aberto para receber tanto visitantes que admiram os cartões-postais naturais do local, como aqueles ávidos por aventura.

Um passeio nas alturas

A emoção do passeio começa na Estação Central, onde os passageiros embarcam nos bondinhos aéreos. Essa estação também possui uma área de alimentação e um mirante a 60 metros de altura, que permite uma vista privilegiada da natureza que o cerca. Entrando no bondinho, o visitante chega à Estação Animal, que oferece, além de outro mirante, de 130 metros de altura, trilhas com sinalização para fauna e flora e o espaço artístico “Esculturas que Falam”. No ambiente, aproximadamente 85 peças talhadas em madeira pelo escultor Masaharu Hata (1938-2010) ficam em exposição, reproduzindo não somente a aparência mas também o som dos animais.

A ambientação do espaço é do design Rodrigo Huelsmann, que criou e esculpiu todo cenário de floresta, composto por escultura de árvores, plantas e pinturas para apresentação das esculturas de Masaharu.
As esculturas vão interagir com os visitantes e prometem atrair a atenção de crianças e adultos.

Ao retornar aos bondinhos e seguir em direção à Estação Cascata é possível contemplar toda a beleza do Vale e da Cascata do Caracol, que oferece aos visitantes uma vista inesquecível. Nessa estação, há um terceiro mirante, onde o público pode aproveitar pra tirar fotos e registrar toda beleza à sua volta.