/Canela terá serviço de aviação executiva

Canela terá serviço de aviação executiva

Leandro Oliveira (Secretário de Turismo de Canela), Tiago Esmeraldino (Diretor da Tri), Cléo Port (Prefeito de Canela), Gustavo Bauermann (Procurador do Município de Canela),  Patricia Neres (Marketing da Tri), Stevan Jahn (Executivo da Área Comercial  da Tri).

Cerração e chuvisqueiro: uma constante realidade na Região das Hortênsias. Pois hoje não foi diferente e foi sob este tempo que a Tri Táxi Aéreo e a Prefeitura de Canela, promoveram um encontro com a imprensa para apresentar as novidades no setor aeroportuário. O Prefeito Cléo Port, assinou com a Tri Táxi Aéreo a concessão de uso do aeroporto de Canela por 15 anos podendo ser renovado. Port diz, “todo o investimento que a empresa irá fazer a Prefeitura não poderia executar em curto prazo, assim agilizamos o processo”.

A empresa fará vários investimentos no aeroporto desde construir um novo hangar com capacidade para 4 helicópteros e dois jatinhos, pintura, limpeza e iluminação da pista de 1.260 metros, que tem o mesmo tamanho da Pista do Aeroporto Santos Dumont no Rio de Janeiro. Segundo Port, atualmente o aeroporto recebe por ano uma média de 800 voos, sendo que não tem infra-estrutura para atender na chegada destes voos, após aterrissarem as naves vão para Caxias do Sul abastecer e os pilotos permanecerem por lá. Então, partir de 2014 será diferente: através de uma parceira com a Shell as naves poderão ser abastecidas em solo canelense e os pilotos se hospedarem na cidade. O secretario de Turismo de Canela, Leandro Oliveira, observou que  “desta forma temos um outro nicho de mercado a ser trabalhado , um público diferenciado que vai ampliar o horizonte da nossa cidade e região que tem potencial para receber o perfil deste público”.

O CEO da empresa Tiago Esmeraldino diz: “para atender todas as demandas a empresa vai oferecer aproximadamente 10 profissionais qualificados  e experientes  para prestar um serviço com garantia.  A instalação deste equipamento insere a região no cenário da aviação executiva brasileira. Com isto abre-se uma nova porta aos visitantes fomentando o turismo, comércio e o mercado de eventos na região” disse ele.  Port ainda lembrou que este serviço vai facilitar a vida dos passageiros que ficam até seis horas no trânsito contando ida e volta do aeroporto Salgado Filho para a região das Hortênsias, e atualmente com a tendência de piorar os congestionamentos neste trajeto, esta parceria veio a calhar.

O hangar que será construído terá 1.200m²  de área construída e o espaço e vai propiciar a prestação de serviços de luxo, além do setor de serviços de aeronaves que incluirá hangaragem e manutenção. A meta é iniciar a construção no primeiro trimestre de 2014.

Fotos: Divulgação/DUE Assessoria