/Canela terá Turismômetro

Canela terá Turismômetro

 

Desde o dia 19 de outubro está em andamento o Projeto Turismômetro UCS – Indicadores Locais e Regionais de Turismo que consiste na organização de coleta, processamento e análise de dados referentes à demanda turística da Serra Gaúcha. Este projeto tem por objetivo subsidiar a criação de um sistema de informações gerenciais que auxilie o planejamento e a gestão do turismo na Serra Gaúcha em seus diferentes níveis e âmbitos: em empresas, em setores específicos, nos roteiros, em municípios e nas regiões turísticas dos Campos de Cima da Serra, das Hortênsias e Uva e Vinho.

Segundo o professor e coordenador deste projeto Michel Bregolin “No momento estamos na fase de adesão pelas empresas e instituições parceiras, as quais passam por uma avaliação em relação ao atendimento de requisitos técnicos para integrar a rede de locais fornecedores de dados e utilizadores do Turismômetro.”
Após de aprovada, essa análise, será procedida a formalização por meio de termo de adesão em que são estabelecidos os usuários com acesso ao sistema e seus níveis de acesso. A entrada de novos parceiros é progressiva, de forma a ampliar continuamente a quantidade de locais fornecedores de dados para prover um melhor monitoramento do turismo local, aponta Bregolin.

Foto: Michel Bregolin. Crédito: Divulgação Facebook

Os dados fornecidos pela rede de parceiros são coletados com total sigilo, resguardando os interesses comerciais dos participantes. Esse conjunto de dados é posteriormente integrado com outras bases de dados disponíveis na Universidade para possibilitar a construção de análises detalhadas sobre o turismo da região por parte de pesquisadores vinculados aos cursos de Bacharelado em Turismo, Mestrado e Doutorado em Turismo e Hospitalidade, outros cursos, Núcleos de Pesquisa e Núcleos de Inovação e Desenvolvimento da Universidade.

Foto: Divulgação

O professor aponta que já há vários interessados contatando e no momento estão avaliando a capacidade deles em participar do projeto. “Como o Turismômetro se baseia no sigilo tanto em relação a identificação dos parceiros, quanto dos dados, não estaremos divulgando esta informação no momento”, conta.

Foto: Divulgação

A participação no projeto é gratuita para todos os parceiros, pois sua colaboração ocorre por meio do fornecimento de dados que são tratados com absoluto sigilo. Os parceiros integrantes da rede do projeto terão acesso à um painel de indicadores personalizado em que serão disponibilizadas informações específicas para auxiliar na gestão do negócio ou instituição.

Foto: Divulgação

Este trabalho é importante para região na mensuração de dados e o Turismômetro UCS tem um potencial efetivo de contribuir com uma maior inteligência territorial do turismo na Região das Hortênsias. Para melhor compreensão disso, basta constatarmos que o visitante compreende o destino como uma experiência única, porém, essa experiência é fornecida por um conjunto de prestadores de serviços públicos e privados que muitas vezes não possuem uma visão integrada e articulada dessa experiência.

Foto: Divulgação

Além disso, o Turismômetro poderá colaborar com a mensuração do impacto de ações promocionais do destino, influência de fatores como câmbio e clima sobre a demanda, prejuízos econômicos decorrentes do fechamento de rodovias como a BR 116 e a RS 115. Poderá ainda permitir a identificação antecipada de mudanças de comportamento do visitante e do mercado, gargalos de infraestrutura e outras ameaças, possibilitando um maior tempo para a tomada de decisão e, consequentemente, melhor avaliação das estratégias a serem adotadas, salientou o professor.