/Chocofest não acontecerá em 2015

Chocofest não acontecerá em 2015

image
(Foto: Cleiton Thiele)

O Chocofest não será realizado em 2015 e passará por uma reformulação para a 20ª edição.  A empresa Rossi & Zorzanello, organizadora do evento, repensará as melhores estratégias para que nos próximos anos o evento seja fortalecido, apontaram os diretores da empresa, Marta Rossi, Eduardo Zorzanello e Marcus Rossi, na coletiva de imprensa que aconteceu na manhã de hoje, no Hotel Alpestre em Gramado.

image
(Foto: Cleiton Thiele)

O tom de despedida, com momento de emoção e de racionalidade, marcou o anúncio oficial desta decisão que foi embasada em números das últimas três edições. No último ano o evento foi deficitário e em 2012 e 2013, como disse Marta, “empatou”. O evento atraiu à Gramado e região 408 mil pessoas e gerou 600 empregos entre diretos e indiretos durante os 19 dias de realização.

image
(Foto: Cleiton Thiele)

O Chocofest teve um sucesso de visibilidade enorme e se está neste patamar é porque está ganhando muito dinheiro, pensam muitas pessoas, frisou Marcus Rossi. Porém, diz ele, “não é verdade, o Chocofest ao ir para rua ganhou outra dimensão e com eles os custos também aumentaram muito, além disso esta mudança gerou um grande desgaste, o que contribuiu muito para nossa decisão, disse Marcus Rossi.

image

(Foto: Cleiton Thiele)

A empresa não procurou nenhum órgão público para que aportasse verba para a edição 2015, a decisão foi tomada independente desta questão, pois “a ideia é de fato repensar o evento”, apontou Eduardo Zorzanello.

Um dos pontos que os empresários apontaram é que ao fazer esta reengenharia do evento a Chocofest passa também a ser uma marca com produtos próprios, entre outros atrativos. Marcus Rossi aponta que “foram criados vários personagens para este evento e por isto eles podem ser comercializados por nossa empresa”.

image
(Foto: Cleiton Thiele)

As cidades de Bento Gonçalves, Nova Petrópolis, Garibaldi, São Paulo e Puta del Este, procuram a empresa para que o evento fosse realizado. Marta afirmou: “não queremos levar o Chocofest para fora de Gramado, ele nasceu aqui, já foi pensado para cá e seguiremos aqui, podemos sim pensar em eventos de Páscoa com outros nomes para outras cidades e fazer os projetos, mas o Chocofest fica aqui, embora a Prefeitura de Gramado não nos procurou para realizar o evento”.

image
(Foto: Cleiton Thiele)

A secretária de Turismo de Gramado, Rosa Helena Volk, que esteve presente durante a coletiva de imprensa apontou: “estou triste com esta notícia, mas entendo a posição da empresa. O Prefeito Nestor está em viagem e hoje, quando ele retornar, vamos repassar esta informação para ele. Acredito que ele também ficará chateado com esta decisão, mas cabe a nós respeitar.“

O presidente do Sindtur, Fernando Boscardin, apontou: “a decisão é econômica e respeitamos a escolha da empresa. Por outro lado, a GramadoTur fortalecerá o Gramado Aleluia e a Páscoa em Gramado”.

image
(Foto: Cleiton Thiele)

A empresa não tem medo de perder espaço caso outra empresa ou mesmo o poder público possa fazer um evento neste período. Marta disse que “precisamos é agregar e não dividir. Vejo hoje muita gente olhando só para o seu umbigo, mas precisamos urgentemente voltar a fazer o exercício de olhar o coletivo”. A forte marca Chocofest também não preocupa os empresários, sabendo que foi construída com a divulgação e com o valor afetivo que o público tem por ela.

image
(Foto: Cleiton Thiele)

Mesmo com prejuízos, Marta Rossi fez questão de frisar que os acordos com fornecedores e entidades sociais e órgão da polícia foram mantidos. O repasse total somou R$ 36 mil reais e foram destinados para Policia Civil, Brigada Militar, PAMA, Santíssima Trindade e Lar dos Idosos. As damas de Caridade receberam 555 kg de alimentos não perecíveis e 420 peças de agasalhos.

image
(Foto: Cleiton Thiele)

A Chocofest tem marcas indeléveis. Entre elas, a inclusão de Gramado e do evento no Guinnes Book World Records, com o coelho de chocolate puro que pesou 3.850 toneladas e mediu 4,1 metros, desbancando o último recorde que foi da África do Sul em 2010, quando o coelho africano pesava 3.810 toneladas.