/“Desfilódromo vai sair!” diz João Pedro Till

“Desfilódromo vai sair!” diz João Pedro Till

Foto: Divulgação

Após 13 anos à frente da Secretaria da Fazenda de Gramado, João Pedro Till, está 4 meses e a frente da Gramadotur autarquia formada para administrar os principais eventos da cidade, como por exemplo, Natal Luz, Festival de Cinema e Festa da Colônia. Till substituiu Rogério Poloni que foi o primeiro presidente da Gramadotur.

Veja a seguir a entrevista exclusiva que ele concedeu à Melhor do Sul:

Como foi sair da Prefeitura e assumir a Gramadotur?

Eu não esperava por isto na minha vida, como sempre dizia estava pendurando a chuteira e apareceu este desafio enorme, que acabei aceitando, porque o objetivo é trabalhar para a cidade.  A vida é de certa forma uma repetição, quando cheguei vivi  o mesmo quadro que encontrei na Prefeitura em 2001, que era as questão das instalações e o quadro de pessoal.  Aqui a equipe também já existia eu fui o último que cheguei e  este processo tem que ser pensando para ir encaixando todo o trabalho, que será desenvolvido. E isto vai mudando porque depende do gestor.

Qual foi a tua primeira atitude ao assumir?

Primeiro tomar conhecimento de toda a situação e ao mesmo tempo quis de imediatamente olhar melhor  a questão do patrimônio publico, pois havia parte da ExpoGramado caindo, assim solicitamos a contratação da terceirização de uma empresa de serviços para manutenção do Parque, pois as pessoas quando chegarem aqui tem que sentir prazer  em chegar no local, devemos cuidar do patrimônio público.  E aqui a situação estava caótica, agravada com 2 sinistros, o episódio do incêndio e o da neve que foi em agosto, e sinceramente achei vergonhoso não ter sito trocado.

E como está a Expo? Preparada para receber eventos?

Não. Está sendo licitado uma empresa para nos apresentar o projeto executivo de como deve ser feito, para não ser feito no “achismo”, passado esta etapa iremos fazer a reconstrução dos dois pavilhões o que totaliza 9, 9 mil metros quadrados. Com tudo isto pronto a Expo estará apta a receber grandes eventos e queremos trazer feiras e congressos de ponta para cidade. Hoje só tem um auditório e sonho em trazer grandes peças de teatros e shows culturais para cidade e depois desta  reforma tudo isto será possível, não queremos que a Expo seja um escritório e sim um local para eventos que é a sua finalidade.

Público lotava as ruas centrais no desfile do Natal Luz na Avenida das Hortênsias.

Foto: Cleiton Thiele

E o “desfilódromo” como ficou?

O desfilódromo vai sair, o desfile de Natal deste ano será feito aqui na Expo.  As questões com a Fepam serão equacionadas de outra forma,  teremos um desfile com arquibancada e cobertura móvel transversal ao estacionamento, será um espaço de 180 metros quadrados.  E mesmo assim não iremos elitizar, terá aquele espaço para as pessoas de que não pagam eles poderão ver o Desfile do Natal Luz como acontecia antes.  Quem pagar estará na parte coberta e mesmo assim teremos a interação de quem está na parte coberta e de quem está na parte externa.  Aqui também podemos abrigar o desfile do Chocofest o carnaval  tudo isto vai dando vida ao local.

Tem mais novidade no Natal Luz?

Sim temos mais, por exemplo, a Vila de Natal também virá para cá.  No lago vamos projetar uma cancha acústica com arquibancadas baixas apresentando orquestras, peças teatrais infantis e musicais tudo ao ar livre e esta ideia não é só para o Natal é para o ano todo.  Outra novidade: a venda de ingressos será aqui na  Expo, acho desumano e cruel deixar idoso ao relento na frente do Cinema para comprar ingressos e neste espaço terá um serviço diferenciado. A Fantástica Fábrica também terá alterações. E o Acendimento das Luzes também passará por melhorias. A jardineira que circulava somente no centro passará a circular nos bairros também, enfim são muitas as mudanças, sempre buscando o melhor para comunidade e turistas.

Cerimônia de acendimento das luzes será melhorada. 

Foto: Cleiton Thiele

Vai esvaziar a cidade?

Não porque temos outras ideias para o centro. A decoração por exemplo vai dar prosseguimento por toda a Borges e toda a Rua São Pedro até a Expo, oferecendo uma continuidade do que acontece no centro.

Hoje quem são os principais nomes do Natal Luz?

Diretor Geral  é o Voltaire Dankwardt, morador de Gramado e conhece o Natal Luz deste a sua primeira edição, o diretor artístico do Natal Luz é Gilberto Perin, o Diretor artístico da Fantástica Fábrica, é Luiz Artur Nunes e uma grande equipe que ajuda a pensar e executar este que o principal evento a cidade.

Foto: Cleiton Thiele 

O teu primeiro evento foi a festa da Colônia gostou do resultado?

Foi muito boa. Quem fez produto bom vendeu. Somente em refeições foram 15.911 pratos nos dois restaurantes, o italiano e o alemão.  A primeira avaliação foi muito boa, com equipe, e já começamos fazer o planejamento para o ano que vem, o Remi Parmegiani será o presidente. Estamos pensando em um atrativo para crianças.

Foto: Edison Vara

Agora o Festival de Cinema está chegando como anda os preparativos?

Estamos trabalhando nele já há bastante tempo sendo que este ano seguiremos com três curadores sendo que a curadora Eva Piwowarski que vem da Argentina substituirá o José Wilker que faleceu este ano, os demais, seguirão é o Marco Santuário e o Rubens Ewald Filho.  Queremos que a comunidade seja mais participativa, estamos preparando umas ações no tapete vermelho para que assistam três filmes nos dias 5, 6 e 7 queremos que todos sintam o prazer de passar no tapete vermelho.

Terá premiação em dinheiro para os vencedores?

Sim. Este ano será diferente, porque antes era prometido e dependida da capacitação da LIC, e muitas vezes não conseguia este recurso este ano não, já temos os recursos separado para esta finalidade.

Algum pedido especial da comunidade cinematográfica?

Sim o Vanerão. O baile tradicionalista que acontecia há muitos anos atrás. Este ano acontecerá na quinta-feira.

Wagner Moura foi premiado no Festival de Cinema em 2013, com o troféu “Cidade de Gramado”.

Foto: Edison Vara

Os artistas ficarão mais visíveis este ano?

Sim queremos que eles fiquem entre o Cinema, Rua Coberta e Recreio Gramadense, pois o artista tem que cumprir alguns compromissos conosco.

Está satisfeito com este trabalho?

Sim, muito satisfeito! Tem noite que quando vejo já é tarde.  Tinha prometido para minha esposa que em breve não teria mais horário, estava livre, e como ela mesmo me disse “sim de fato tu não tem mais horário, agora chega nos mais diversos horários em casa! ”

Veja quem faz parte do Conselho administrativo da Gramadotur.

  • Presidente Alexandre Ghelen – representando o Convention & Visitors Bureau.
  • Alexandre Bezzi – representando a Visão – Ag. De Desenvolvimento
  • Marcelo Broilo  – representando o CDL
  • Clarindo Tissot, – representando  o Sidmobil
  • Enzo Arns – representando a Abrasel
  • Fernando Boscardin  – representando Sindicato da Hotelaria
  • Rosa Helena Volk  – representando a Prefeitura
  • Sônia Molon – representando a Prefeitura
  • Luia Barbacovi  – representando a Prefeitura