/“Em Canela e Gramado, quem move o turismo são os empreendedores”

“Em Canela e Gramado, quem move o turismo são os empreendedores”

Foto: Waldemir Barreto

Uma tarde de segunda-feira, encontro com a ilustre Senadora Ana Amélia Lemos (PP) nos corredores do Supermercado Galas de Canela, e lá mesmo agendamos uma entrevista, que prontamente nos atendeu.
Ana Amélia Lemos, senadora pelo PP, se candidatou apenas uma vez em sua vida e foi parar em Brasília transitando em inúmeros gabinetes, Ministérios, sessões no senado, está sempre fazendo em périplo nos corredores infindáveis de Brasília para atender os quase 500 prefeitos Gaúchos que circulam por lá passando o chapéu. Por anos foi jornalista pelo grupo RBS sendo conhecida da maioria dos gaúchos e gaúchas deste estado com quase 10,7 milhões de habitantes. Hoje seu nome é cotado por todos os lados para ser a Governadora do Estado.

Será que ela vem? Arrisco dizer que sim.

Quais são as probabilidades, da moradora canelense vir a ser a Governadora do estado? Enormes, credenciais ela tem.

Veja a seguir entrevista completa: 

Porque escolheste Canela para sua moradia?

Canela é perto da minha cidade natal, Lagoa Vermelha, é o coração do centro turístico do estado, é perto de Porto Alegre. As pessoas são hospitaleiras, um conjunto de vários fatores que me levaram a ter esta residência aqui, ela não é fixa, porque trabalho em Brasília.

O nome da Sra. é ventilado para ser candidata a Governadora do estado, inclusive pesquisa da Methodus apontou que está a frente do atual governador e com um índice de aceitação alto, como vê esta popularidade ?

Eu penso que isto reflete a aprovação do meu trabalho em Brasília. Tenho que atender a demanda dos prefeitos de quase 500 municípios gaúchos, fazendo emendas parlamentares, interlocução entre os Ministérios e creio que as gaúchas e os gaúchos percebem este trabalho que tem sido intenso.

Qual é o trabalho que mais destaca durante este mandato?

Destaco um projeto de minha autoria que tramitou muito rapidamente e já está sancionado pela Presidente da República Dilma Rousselff, e passa a vigorar em abril. A lei determina que os planos de saúde, incluam a quimioterapia oral em casa para tratamento de câncer, o que deve beneficiar na casa de um milhão de pessoas em todo o Brasil. Já em relação aos SUS no que tange ao tratamento do câncer, o trabalho é para que no máximo em 60 dias após o diagnóstico de câncer o paciente seja tratado. O SUS atende conforme a agenda, ou seja quando dá, e queremos o tratamento o quanto antes para que a pessoa tenha atendimento o mais rápido possível. Neste trabalho eu fui relatora.

image

Audiência pública realizada em Dezembro no Senado. (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)


A Embratur deseja fazer a promoção do turismo interno, hoje só faz a promoção internacional. A Sra. está acompanhando este assunto? 

Sim estou. Eu penso que a Embratur deveria começar a fazer logo este trabalho em vista a Copa do Mundo. Teremos muitas pessoas aqui e elas podem percorrer o Brasil e para isto é preciso prover as cidades, os estados. Nem que seja agora de forma emergencial, porque este ano é eleitoral e isto interfere no trabalho junto ao Legislativo. O Dino esteve comigo por duas vezes uma delas falando sobre esta questão e a outra que ele está muito preocupado com a qualidade das Companhias Aéreas.

Pelo que a Sra viu acha interessante a proposta do Dino?

Ainda não examinei na totalidade. Mas veja bem aqui em Canela e em Gramado, o que impulsionou o turismo são os empreendedores, o Governo tem que estimular o empreendedor do turismo criando políticas de fomento para o turismo. O Estado tem que cuidar é da segurança, da saúde, da educação, da infra-estrutura básica das cidades. Veja os exemplos de Canela e Gramado, quem move o turismo são os empreendedores é o setor privado que procura melhorar seus equipamentos e atender da melhor maneira os turista que aqui visitam, pois quem entende deste assunto são os empresários e não o governo.

É de autoria da Sra. a Lei que taxa em 10% o limite da multa sobre o cancelamento dos hotéis?

Sim, fiz porque alguns hoteleiros estavam atuando de forma abusiva. Ainda não foi aprovado e está sendo analisado da mesma forma com as questões das passagens aéreas, não é cabível uma multa de passagem aérea ser quase do mesmo preço de uma nova passagem.

A Sra. está trabalhando no caso do Aerus?

image

Aposentados do Aerus no Salão Verde da Câmara dos Deputados, em agosto, quando acamparam no Congresso Nacional em busca de uma solução para o caso. As cruzes são para demonstrar que muitos aposentados já morreram nesses mais de sete anos esperando por uma definição (Foto: Renan Arais)

Sim estou buscando junto ao Governo atitudes para resolver a questão do Fundo de Pensão da Varig, pedi agilidade nas decisões do governo e do STF para um caso que se arrasta há mais de sete anos. A Varig faliu e deixou os aposentados em uma situação delicada. Contribuíram por uma longa data e agora tem pessoa que recebe uma esmola. Quando foi criado este fundo de pensão existia uma secretária do Governo Federal para fiscalizar e não fez o trabalho direito e quando a Varig faliu o fundo foi junto. Está trabalhando comigo nesta questão, os senadores Paulo Paim, (PT RS), Álvaro Dias, (PSDB PR) e o deputado federal Rubens Bueno (PPS/PR).

Como a Sra. vê a questão do Turismo e a Copa do Mundo?

Estou muito preocupada com as obras fundamentais como as do entorno do Grêmio. Tem duas avenidas, A J. Renner e a Av. Ernesto Neugebauer, que não estão incluídas nos planos federais. Estive no Ministério das Cidades a pedido do Deputado Federal, Danrlei (ex-goleiro do Grêmio), para buscar uma solução, antes perguntei ao Prefeito José Fortunati se ele tinha folego financeiro para arcar com as obras, mas a Prefeitura não tem. De fato estas duas avenidas não estão inclusas. (interrompo e pergunto: e nem vão ser?) Não sei na altura do campeonato é difícil.

image

Foto: Renan Arais

Até o momento nenhuma das 32 seleções que virão para Copa do Mundo escolheu o Rio Grande do Sul para ter sua sede, o que achas? Nosso estado não fez a tarefa correta? Estamos distantes de outros centros?

Não posso especular. O que acho é que deveria ser feito uma indagação com as seleções para saber porque não optaram pelo estado. Foi preço? Mobilidade? Qualidade? Segurança? Clima? Local tranquilo? Buscar estas resposta é importante, para depois disto sensibilizar, resolver caso tenha algo a ser resolvido para poder atrair outros grandes eventos.

Sobre o aumento do IOF será que os brasileiros irão viajar mais internamente?


Lamentavelmente, lamentavelmente, lamentavelmente, mesmo com este aumento do IOF, viajar para fora do Brasil ainda é mais barato do que aqui. Se consegue pacotes muito bons para Estados Unidos, América Central , América do Sul, tudo é mais barato lá. Em um restaurante com a mesma categoria do que aqui se paga o mesmo lá. Roupas, eletrônicos tudo fica mais barato. Algo está errado e não são os outros países, o Brasil está muito caro.

Quais emendas parlamentares vieram para Gramado e Canela?

image

Foto: Renan Arais

Centro Recreativo da Várzea Grande, Junto ao Ministro Aldo Rebelo, Festival de Cinema, junto a ministra Marta Suplicy que fomos ajudar a resolver uma questão pendente. E em Canela com o prefeito Cléo Port (foto), a questão de pavimentação.

Gramado está pleiteando converter a cidade em 100% em acessibilidade, a Sra. está a par deste projeto?

Andei por Gramado, Canela, Nova Petrópolis, com o meu chefe de gabinete Marco Aurélio, e em uma das ruas em Canela ao colocar o pé na faixa de segurança, o Marco Aurélio ergueu as mãos pedindo a motorista para parar. A motorista abriu o vidro do carro e disse o seguinte, “aqui não precisa erguer as mãos para que os carros parem. Somos educados e paramos”. Eu fiquei tão encantada com este gesto e como eu gostaria que o Brasil todo olhasse este exemplo, escrevi no meu facebook o fato. Em aproximadamente 4 horas tinha 46 mil visualizações e comentários dos mais diversos lugares do Brasil. Movimentou muita gente, pois e um tema sobre comportamento. 

Finalizando a entrevista a senadora Ana Amélia Lemos, apontou as qualidades que vê em Canela, e o trabalho que está sendo desenvolvido no município sob a batuta do Prefeito Cléo Port, e disse “a cidade está melhorando dia-a-dia, fez o Sonho de Natal diferente e melhor, e está entrando bastante firme e forte criando o seu espaço junto aos turistas. A cidade tem boas características, segura, trânsito calmo, as pessoas tem calma para te atender, e atendem muito bem as pessoas. Enfim desejo a você Rozangela e a todos os seus leitores um ótimo 2014.”