/Embaixadores do Ritmo levou a Serra Gaúcha para o Carnaval de Porto Alegre

Embaixadores do Ritmo levou a Serra Gaúcha para o Carnaval de Porto Alegre

Foto: Divulgação/G1/PMPA

Os Embaixadores do Ritmo, levou para a avenida do Porto Seco a história da Maria Fumaça e a colonização de três municípios da Serra do Rio Grande do Sul: Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa.

Segunda escola a entrar na segunda noite do Grupo Especial no Porto Seco, tiveram problemas na sua apresentação pois um dos carros não entrou na avenida.Por conta dos problemas com o carro, o desfile também foi um pouco arrastado. Por vezes, acelerado demais para tentar minimizar o prejuízo na evolução.

Carro abre-alas traz símbolos da escola, brasões das cidades em que a Maria Fumaça passa e busto dos personagens que deram nome às cidades homenageadas (Evandro Oliveira/PMPA)

O carro que não entrou seria o terceiro na ordem do desfile e representava Garibaldi, a “capital do espumante”, bebida que completa 100 anos de existência no Brasil. Os integrantes da alegoria tiveram de descer do carro e se apresentaram a pé para não deixar um buraco na passarela. O problema acabou invertendo a ordem final do desfile que estava prevista no organograma.

Robson e Nathyeli, primeiro casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira dos Embaixadores, representam o vinho produzido na serra gaúcha (Foto: Rafaella Fraga/G1)

A comissão de frente da escola trouxe logo de cara a representação do passeio do trem a vapor, apresentado pelo 1º casal de mestre-sala e porta-bandeira, Robson e Nathyeli. O abre-alas veio com os símbolos da escola, com o brasão das cidades em que a Maria Fumaça passa e o busto dos personagens que deram nome aos municípios gaúchos.

(Foto: Evandro Oliveira/PMPA)

Entre as principais alas que desfilaram na avenida estão Paisagem Emoldurada, Itália, Indústria Metalúrgica, Piuí Piuí, Trilhando Montanhas, ACBF, Vale dos Vinhedos, Dessa Gente Valente e Bento Gonçalves. Cada um conta um pouco sobre a história dos imigrantes na região serrana.

Bateria sai do recuo da avenida (Foto: Luiza Carneiro/G1)

A bateria dos Embaixadores representou o volante da Maria Fumaça na avenida do Porto Seco. A segunda alegoria falou sobre a chegada dos imigrantes italianos e a fundação de Carlos Barbosa. O terceiro carro não entrou na avenida. No quarto carro, o tema da escola. A Maria Fumaça trouxe personagens que surgiam durante o passeio pela avenida.