/Festival de Cinema de Gramado homenageará Sônia Braga e Tony Ramos

Festival de Cinema de Gramado homenageará Sônia Braga e Tony Ramos

De 26 de agosto a 03 de setembro, os holofotes do cinema brasileiro e latino estão em Gramado com mais uma edição do tradicional Festival de Cinema da cidade. A 44ª edição do evento promete muitas das novidades, parte delas foram reveladas na coletiva de imprensa do evento, que aconteceu na quarta-feira (20), na Cinemateca Capitólio, com a presença de autoridades, curadoria, comissão organizadora, imprensa e público em geral. (Foto: Ana Pacheco-Prefeitura de Gramado/ Divulgação)

Apresentando o conceito da edição deste ano, o diretor artístico Edson Erdmann revelou que a ideia da 44ª edição é tornar protagonista da festa todo e qualquer participante do evento. “Este conceito está não apenas no visual e na programação, mas nas próprias conexões que estabelecemos e vamos firmar daqui para frente. Um exemplo desse relacionamento ampliado é o Festival de Sundance, que marcará presença em Gramado com uma comitiva de diretores, atores e compradores”, adiantou. Ainda expandindo o protagonismo em suas mais diferentes frentes, o Festival revelou os 24 concorrentes do Prêmio Mostra Assembleia Legislativa – Mostra Gaúcha de Longas, que, nesta edição, tem a novidade de dar maior voz aos realizadores gaúchos com um dia extra de exibição para os filmes realizados no Rio Grande do Sul.

Já com dois grandes nomes confirmados para suas homenagens (enquanto Sonia Braga recebe o Oscarito, Tony Ramos é o ator celebrado com o troféu Cidade de Gramado), o evento serrano apresentou os seis títulos brasileiros que concorrem ao evento, todos inéditos no circuito de festivais brasileiros, com uma seleção que busca a democratização do cinema. “Queremos que o diálogo através dos filmes seja sempre muito aberto em Gramado, tanto com crítica quanto com público”, defendeu o curador Marcos Santuario. Seguindo a mesma linha, o também curador Rubens Ewald Filho destacou um dos pontos mais reveladores da seleção: “Esse é o ano das comédias, e precisamos deixar de ter preconceito com o gênero. Todas sim obras de humor com qualidade. Foi a seleção mais prazerosa de se fazer dos últimos anos”.

Entre os filmes estrangeiros selecionados, é possível encontrar um panorama plural do que é realizado atualmente na América Latina, já que nove países estão representados na competição, muitos deles em coproduções. “Esse cinema que apresentamos em Gramado é uma porta que a curadoria abre para reforçar públicos e mercados que o Brasil pode e deve se aproximar”, avalia a curadora Eva Piwowarski. O Festival de Cinema de Gramado acontece de 26 de agosto a 03 de setembro.