/Gramado: Lembranças e projeções

Gramado: Lembranças e projeções

image

Ontem à noite, nem mesmo o frio, chuvisqueiro e nevoeiro tiraram o interesse de dezenas de pessoas que foram a Câmara de Vereadores de Gramado para ouvir os palestrantes  contar sobre Gramado, passado e futuro. O passado sendo exposto por Gino Perini e Marta Rossi, e o futuro sendo projetado por Marcus Rossi e Eduardo Zorzanello.  O presente ligado ao futuro imediato foi abordado por Rogério Poloni, presidente da Gramadotur, uma autarquia criada para gerir o turismo da cidade.

image

Os primeiros hotéis

image

  Hotel Rita Hopnner

Gino Perini, do Hotel Serra Azul, relembrou os tempos quando Gramado estava voltada aos veranistas e depois contou como foi a passagem para o setor de turismo em tempo integral. Lindas e emocionantes histórias. O primeiro Hotel de Gramado foi o hotel Rita Hoppner que nasceu em 1958.

image

 Hotel das Hortênsias

O segundo foi o Hotel das Hortênsias, que surgiu em 1964, e depois de várias décadas chegando a atualidade existem em Gramado cerca de 138 meios de hospedagem, sendo 106.000 leitos e mais cerca de 2000 leitos em construção.

1966 foi um ano inesquecível para Gramado. As estradas que traziam os turistas eram de péssima qualidade, e o trem já não vinha mais e foi neste ano que então que criou-se a estrada que passaria por Gramado, e que resultou em progresso.

Menina dos olhos 

image

Natal Luz

Tendência até hoje, os eventos que acontecem em Gramado são a “menina dos olhos” de todos que dependem de turismo e acredito que seja 100% da população direta e indiretamente. Foi em 1958 que surgiu o primeiro evento público, a Festa das Hortênsias.  Na época era um privilégio ser membro da comissão organizadora. Hoje Gramado depende dos eventos em especial o Natal Luz que a cada dia passa a ser mais profissional.

Gramado é sobrenome

image

Marcus Rossi, Marta Rossi e Eduardo Zorzanello

Gramado não é um nome é um sobrenome, disse Marta Rossi, que é diretora da primeira empresa de eventos de Gramado. A empresa já com 25 anos é responsável por dois grandes eventos, que acontecem em Gramado, o Festival de Turismo e o Chocofest. Marta contou um pouco sobre a sua trajetória e destacou muito a importância do nome Gramado.  Falar que é a Marta Rossi, para quem já conhece é uma situação, mas falar que é a Marta Rossi “de Gramado” tem um peso muito diferente, e abre as portas no mundo.  Gramado é um nome grandioso precisa-se ter consciência disto, porque o nome foi feito a muitas mãos. Para ser gramadense, não precisa nascer em Gramado, todos são bem vindos porque quem ama esta cidade produz para o município.

image

Chocofest, evento de páscoa de grande importância para Gramado e realizado pela empresa Marta&Silvia.

Foto: Cleiton Thiele

 

DNA

Precisa-se entender o passado para projetar o futuro disse Eduardo Zorzanello, da empresa Marta Rossi & Silvia Zorzanello, que após o falecimento da sua mãe em 2010 assumiu uma das diretorias da empresa, e apontou “está no meu DNA organizar eventos”,apontando também para o  pai Enoir Zorzanello também organizador de eventos e que estava na plateia.  Melhorar a infraestrutura e a mão de obra é fundamental para o crescimento com qualidade da região.  Já o sócio Marcus Rossi, que tem 25 anos (a mesma idade da empresa), apontou que o caminho é a tecnologia. De forma muito sincera e transparente, disse que a sua idade não permite ainda falar do passado e que o peso da empresa é algo ainda de difícil compreensão, mas já detectou e que o seu lugar na empresa é voltado para área de tecnologia, pois o mundo se tornou pequeno e podemos falar com as pessoas em qualquer lugar do mundo tendo apenas um computador.  “O novo vai ficar obsoleto num piscar de olhos”.

População

image

A Gramadotur a autarquia projetada para administrar o Turismo da cidade e gerenciar os eventos públicos, está de fato acontecendo a menos de dois meses. Rogério Poloni, o executivo contratado para administrar o setor do turismo (o mais importante da cidade), descreveu seu currículo com passagens por grandes empresas nacionais e internacionais e sua vivencia no exterior. Rogério conta com a população para desenvolver o plano estratégico para o turismo gramadense.

Idealizadores

image

Este evento foi idealizado pelo professor Romeu Riegel,   a Visão – Agência de Desenvolvimento da Região das Hortênsias, Secretaria Municipal de Cultura e Câmara de Vereadores, são os realizadores.  O objetivo é resgatar a história e refletir sobre o futuro dos setores do desenvolvimento da cidade. Para isso, ao longo do ano, serão realizados painéis, cada um com a presença de duas personalidades que representam o passado e duas que participarão da construção do futuro. 
É uma ação de comemoração aos 100 anos de Gramado.

Anote:

O próximo encontro acontece na quarta-feira, 31 de julho, às 19h30min na Câmara de Vereadores.

Sobre o que vamos ouvir?

Gramado e o planejamento urbano.

Quem vai nos contar?

Pedro H. Bertolucci, Alexandre Bezzi, Caio Tomazelli, e Alemir Coletto.

Posso perder esta?

Não é imperdível! Porque precisamos participar, opinar, perguntar para que possamos viver num mundo bem melhor.

Fotos: Divulgação