/II Gramado In Concert termina domingo

II Gramado In Concert termina domingo

Segunda edição do Gramado in Concert termina neste domingo, 21

 

 

Realizado pela Prefeitura de Gramado, através da Secretaria de Turismo, a segunda edição do Gramado in Concert chega ao fim neste final de semana. Reunindo professores, alunos e músicos do Brasil e do mundo, o evento foi a trilha sonora do verão gramadense com música de qualidade e programação em diversos pontos da cidade. “Quando Gramado passou a ter sua Orquestra Sinfônica e um evento como o Gramado in Concert, não tínhamos ideia de que em tão pouco tempo a música poderia se expandir dessa maneira. É questão de pouco tempo para que a cidade seja totalmente transformada por essa cultura”, avalia o prefeito Nestor Tissot.

A impressão de que o Gramado in Concert passou por muitas evoluções desde a sua primeira edição também é internacional. Para o violista e professor americano Brett Deubner, “o festival incrementou o seu nível musical e é possível ver que uma história está sendo escrita com esse projeto”. Segundo ele, o Gramado in Concert está no caminho para ser não apenas o melhor festival do gênero no Brasil, mas um dos melhores do mundo.

Violista Brett Deubner no Recital dos Professores_Credito Rafael Cavalli
Violista Brett Deubner no Recital dos Professores / Crédito: Rafael Cavalli/ Divulgação

Ao longo da semana, Gramado contou com inúmeras atrações gratuitas, entre elas um segundo concerto da Orquestra Sinfônica do Sul do Arizona. A Orquestra Jovem de Sete Lagoas também se apresentou duplamente, enquanto os professores da segunda edição do Gramado in Concert realizaram um recital na Igreja Matriz São Pedro. Para os próximos dias, está marcada no calendário a apresentação da Banda e da Orquestra Sinfônica do Festival e do Conjunto Instrumental do Colégio Teutônia. A cerimônia de encerramento, no domingo, às 11h, na Rua Coberta, fica a cargo da Orquestra de Venâncio Aires. Até lá, diariamente, Gramado segue também com intervenções artísticas na Rua Coberta. A programação pode ser conferida no site oficial do evento.

Prefeito Nestor Tissot e Secretaria de Turismo Rosa Helena Volk nas oficinas_Credito Rafael Cavalli (2)
Prefeito Nestor Tissot e Secretaria de Turismo Rosa Helena Volk nas oficinas / Crédito: Rafael Cavalli/ Divulgação

Prefeito de Gramado visita oficinas do Gramado in Concert

O prefeito de Gramado Nestor Tissot tirou a manhã dea quinta-feira, 18, para prestigiar o viés pedagógico do Gramado in Concert. Tissot visitou os três ambientes onde o evento oferece gratuitamente oficinas para mais de 200 estudantes. Acompanhado da secretária de turismo Rosa Helena Volk, ele passou pelo Colégio Santos Dumont, pelo Janz Team e pelo ExpoGramado para celebrar o trabalho de professores e alunos no Festival. Para Tissot, hoje já é possível perceber que Gramado é uma cidade diferente graças à música. Na oportunidade os dois aproveitaram para anunciar a data da próxima edição do Gramado in Concert: será de 3 a 12 de fevereiro de 2017.

Recital dos Professores_Credito Rafael Cavalli
Recital dos Professores: / Crédito: Rafael Cavalli/ Divulgação

Alunos e orquestras convidadas celebram sucesso do evento

Os participantes do segundo Gramado in Concert estão afinando seus instrumentos para as últimas aulas e apresentações, e as lembranças que eles levam do festival são as melhores. Para o coordenador da Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte Luís Antônio de Paiva, o evento veio para construir uma representatividade da música erudita que ainda não existia na região sul do Brasil: “Faltava um evento internacional e de qualidade como esse por aqui, e o Gramado in Concert veio suprir essa lacuna. Para nós, músicos, esse é um importante momento de troca de contatos e conhecimentos”. A Orquestra Sinfônica de Gramado veio à cidade a convite do diretor artístico Linus Lerner e se apresentou junto à Orquestra Sinfônica do Sul do Arizona.

Prefeito Nestor Tissot e Secretaria de Turismo Rosa Helena Volk nas oficinas_Credito Rafael Cavalli (1)
Prefeito Nestor Tissot e Secretaria de Turismo Rosa Helena Volk nas oficinas / Crédito Rafael Cavalli/ Divulgação

 

Enquanto isso, nas salas de aula, estudantes continuam aprendendo cada vez mais sobre seus respectivos instrumentos. Para Phillip Paiva, de Natal (RN), aprender com um evento como o Gramado in Concert é uma oportunidade única. “A última vez que fui a um festival do gênero foi em 2004, muito devido à falta de oferta de projetos na área. Está sendo uma experiência incrível, onde existe uma troca constante entre alunos e professores. O Festival tem uma atmosfera muito boa, que reforça uma ideia importante sobre a música: ninguém toca sozinho”, conta o estudante.

Alunos Karyni da Vila e Phillip Paiva_Credito Matheus Pannebecker
Alunos Karyni da Vila e Phillip Paiva / Crédito: Matheus Pannebecker/ Divulgação

Karyni da Vila, de Maringá (PR), também avalia que o Gramado in Concert superou as suas expectativas. É a segunda vez que a jovem violista participa do festival. “Temos professores de ótima qualidade aqui, tanto na prática de orquestra quanto nas aulas, e os repertórios são mais complexos do que estamos acostumados no dia a dia. Isso nos traz uma vivência mais intensa da música e uma troca maior com colegas, além da possibilidade de conferir apresentações mágicas”, conta Karyni.