/Integrando turismo, esportes e lazer

Integrando turismo, esportes e lazer

O Turismo é um fenômeno social, cultural e econômico. Envolve muitas pessoas direta e indiretamente. Para as pessoas que estudam, trabalham, investem nas atividades de receber pessoas de outros lugares, já percebem que sem fluxos de visitantes não existem bens e/ou serviços ofertados. Como toda atividade econômica, é indispensável uma série de parcerias e comprometimentos para viabilizar as políticas, os programas, os projetos, as iniciativas e as realizações.

O Turismo é sistêmico e está vinculado às mais diversas áreas da sociedade. Na realidade, os aspectos geográficos (inclusive geografia humana), históricos, culturais e equipamentos e serviços (destacando-se transportes, meios de hospedagem, alimentação, entretenimento, entre outras).  O Turismo impacta e é impactado pelas suas ações e omissões. Na Economia do Turismo, constata-se o efeito multiplicador de cada investimento realizado podendo gerar resposta mais rápida na geração do emprego e da renda.

Na Economia de Mercado, a oferta e a demanda dos bens e/ou serviços do Turismo ocupam posições destacadas, principalmente pelas exportações invisíveis decorrentes dos gastos/consumos que os visitantes realizam nos países, estados, cidades visitadas. Talvez seja um dos motivos principais para que os países desenvolvidos considerem o Turismo com a seriedade e a importância que ele tem.

Nos países em desenvolvimento, com tantos problemas básicos nos fundamentos da Economia, principalmente com os modelos que são seguidos com menor ou maior intervenção estatal. Além disso, problemas como o controle dos gastos públicos, a inflação, carências na infraestrutura e a corrupção que envergonha a todos, entre outros, são desafios que são enfrentados pelo Turismo, Esportes e Lazer e suas empresas e entidades. Entretanto, sejamos otimistas. Sempre. Com trabalho bem realizado, incluindo pessoas interessadas na melhoria contínua e comprometidas em fazer mais com menos, a união dos três segmentos da Economia podem gerar bons resultados.

Convém salientar que para alcançar o sucesso desejado, devem ser reconhecidos os pontos fortes e os fracos do País, do Estado e de cada cidade, utilizando-se de quatro verbos: eliminar, reduzir, elevar e criar, visando foco, singularidade e mensagem consistente para aumentar a participação no competitivo mercado globalizado do Turismo, do Esporte e do Lazer. Em primeira instância, a busca do Lazer diário (ouvir música, assistir televisão, participar das redes sociais, etc.); semanal (jantares especiais, ir ao teatro, assistir competições desportivas, escapadinhas diversas); mensal (pequenas excursões) e anual (férias e as mais diversas possibilidades do consumo do tempo livre), podem atrair visitantes e aumentar a inclusão social, assim como os eventos desportivos que são capazes de atraírem milhões de pessoas para assistirem e/ou praticarem seus esportes favoritos. É obvio que são necessários investimentos públicos e privados, com estratégias, táticas e operações adequadas para delimitação da Oferta de Produtos (do Turismo, dos Esportes e do Lazer).

É indispensável a utilização da Comunicação Integrada, que deve ter a grande responsabilidade de divulgar, promover, sensibilizar e ajudar na decisão do consumidor, eleitor e cidadão que quer o melhor aqui e agora. O Turismo, Esportes e Lazer são destaques na qualidade de vida de todos, complementando a saúde, a cultura e dependendo das condições sociais e econômicas. Será? Respeitam-se todas as opiniões contrárias. São reflexões. Podem ser úteis. Pensem nisso.

Texto: Abdon Barretto Filho

Economista, mestre em Comunicação Social, professor universitário, diretor de entidades e empresas, autor de livros sobre Economia do Turismo e Marketing do Turismo. Colaborador de jornais e revistas: A Razão, Correio do Povo, Jornal do Comércio, Jornal de Turismo, Revista Hotelaria do Sul, entre outros veículos de comunicação,inclusive blogs e sites. Tem recebido homenagens pelas suas participações em projetos visando o desenvolvimento do Turismo Receptivo no Rio Grande do Sul (Medalha Cidade de Porto Alegre em 2015). Contato: abdon@via-rs.com.br