/Luiz Ruffato no Clube do Livro

Luiz Ruffato no Clube do Livro

Na próxima quinta-feira, 25, o premiado escritor mineiro Luiz Ruffato estará participando do Clube do Livro de Canela, para debate sobre seu livro, “Eles eram muitos cavalos”, obra escolhida como leitura do mês. (Foto: Divulgação)
O encontro, que terá mediação do jornalista literário Luiz Gonzaga Lopes, do Jornal Correio do Povo,de Porto Alegre, ocorrerá às 19h30min, no Espaço 273 (Avenida Osvaldo Aranha, nº 450, Centro).
O Livro está à venda na Fundação Cultural de Canela por R$27,00. A expectativa de público é 50 pessoas e os ingressos são limitados.
O Clube do Livro de Canela conta com o apoio de: Vento Sul Turismo, Pousada Encantos da Terra, Espaço 273, Empório Canela, Ale Rohde Designer e Aroma Literário.
Sobre o escritor
Nascido em Cataguases, Minas Gerais, em 1961, Luiz Ruffato é filho de um pipoqueiro e de uma lavadeira. Formou-se em tornearia-mecânica pelo Senai e trabalhou como operário da indústria têxtil, pipoqueiro e atendente de armarinho quando jovem. Graduou-se em Comunicação pela Universidade Federal de Juiz de Fora e atuou em diversos jornais até se mudar para São Paulo em 1990. Em 2003 abandonou o jornalismo para se tornar escritor em tempo integral. Escreveu 9 romances, 3 livros de poesia, e outros de literatura Infantil, Crônica e muitas coletâneas. Foi traduzido para 5 idiomas e recebeu inúmeros prêmios nacionais e internacionais. Ruffato é leitura obrigatória de vestibulares (Feevale, Unifra, entre outros). E também no concurso público nacional para professores de português, pelo Ministério da Educação da França.
Pelo livro que será debatido, ganhou o Troféu APCA, oferecido pela Associação Paulista de Críticos de Arte, e o Prêmio Machado de Assis da Fundação Biblioteca Nacional, em 2001. Ainda, recebeu outros 4 prêmios, entre eles o Jabuti infantil de 2015 e o internacional Hermann Hesse de 2016.

 

Foto: Divulgação

Sobre o Clube do Livro de Canela
São mais de 60 livros lidos em 5 anos e meio. Os cerca de 35 membros ativos do clube, no qual cerca de 200 pessoas já participaram, encontram-se mensalmente para discutirem a leitura do mês. Entre clássicos, novidades e descobertas, os debates já contaram com a presença de autores, professores, críticos, jornalistas; aconteceram em livrarias, escolas e bibliotecas; e interações com cinema, teatro e música. O Clube do Livro de Canela já inspirou outros 3 clubes, sendo um em Novo Hamburgo e outro no Paraná.