/Nascimento no Gramadozoo

Nascimento no Gramadozoo

O veterinário alimentando o filhote. (Foto: Halder Ramos)

O Gramadozoo comemora o nascimento de um filhote de pinguim-de-magalhães. O animal nasceu no sábado, 13, e está crescendo rápido. “O nascimento em cativeiro é bastante raro e demonstra a adaptação das aves ao manejo. É o terceiro ano consecutivo que o mesmo casal choca no pinguinário do zoo”, afirma o veterinário Renan Stadler, responsável técnico do Gramadozoo.

Segundo ele, o casal dá atenção total ao filhote. Para alimentar, o casal regurgita a comida e a pequena ave pega o alimento no bico dos pais. “Eles fazem rodízio para cuidar do ninho. Enquanto a mãe descansa, o pai cuida”, conta.

O veterinário diz que os pais estão recebendo mais alimento. Em função do filhote, o casal de pinguins também recebe a alimentação – composta por sardinha e vitaminas – dentro do ninho. “Em média, cada pinguim come 500 gramas por dia. Porém, os pais estão comendo a vontade”, afirma.

O filhote nascido em cativeiro. (Foto: Halder Ramos)

PARA RELEMBRAR

Vítimas de um derramamento de óleo em Santa Catarina, os pinguins foram trazidos para Gramado um junho de 2009. Stadler explica que as aves foram mantidas em cativeiro porque não teriam condições de sobreviver em vida livre. O pai – o líder do grupo – é cego de um olho. Já a fêmea, teve a condição respiratória fragilizada.

Quando a fêmea adoeceu em 2011, o macho regurgitava a comida para dar a ela. O normal é o bando expulsar do grupo em caso de doença, mas o macho cuidou da namorada.

Para tratar da doença respiratória, ela foi afastada do bando e ficou três meses internada no hospital veterinário do zoo. No tempo de tratamento, o abatimento do casal foi sentido pelos veterinários. Na primavera 2012, após a recuperação plena da fêmea, o casal começou a copular. Em dezembro do mesmo ano, nasceram dois filhotes – a primeira reprodução em zoológicos do Brasil. Em 2013, a fêmea realizou nova postura de ovos. No entanto, apesar dos esforços, nenhum dos dois ovos eclodiu. Já em 2014, ocorreu a terceira postura consecutiva  e o segundo nascimento no Gramadozoo.