/Oktoberfest de Igrejinha se prepara para eleger corte da 29ª edição

Oktoberfest de Igrejinha se prepara para eleger corte da 29ª edição

Um dos momentos da Oktoberfest mais aguardados pela comunidade igrejinhense é a escolha das Soberanas que representam a festa a cada edição. Neste ano, o Kerb das Soberanas acontece no dia 16 de abril, a partir das 22h, no Parque de Eventos Almiro Grings, com animação da Banda Típica Macega Show e show da Banda Porto, uma das atrações preferidas pelo público das últimas edições da festa. Dentre dezenas de sucessos, em 2016 o destaque vai para a música “Tô Valendo Quase Nada” da trilha da novela Totalmente Demais, da Rede Globo. (Foto: Juliano Arnold/ Divulgação)
Os ingressos antecipados do Kerb estão disponíveis no valor de R$ 15,00 (quinze reais) na Agafarma, Dedal Aviamentos e diretamente com as candidatas. No local os ingressos custam R$ 20,00 (vinte reais). Cada ingresso dá direito a um copo de chopp grátis.
Ao longo do último mês as 12 candidatas que disputam o título de Rainha e Princesas da 29ª Oktoberfest de Igrejinha, participaram de diversos workshops com temas como comportamento, oratória, beleza, moda, etiqueta, cultura e história local. A atual rainha Paola Altenhofen e as princesas Daiani Bellini e Fernanda Hoerlle, que se despedem do posto dia 16, compartilharam suas experiências com as candidatas durante os workshops.
Conheça as candidatas a soberana da 29ª Oktoberfest de Igrejinha:
1. Caroline Montanha Willrich, 21 anos
“Ser soberana é representar uma comunidade a qual tenho muito orgulho de fazer parte. É divulgar com amor a festa de nossa cidade, levando a cultura e a tradição alemã para todos os lugares. Ser soberana da 29ª Oktoberfest é a realização de um sonho de criança.”
2. Daiane Arend Flores de Oliveira, 24 anos
“Penso que ser soberana da Oktoberfest de Igrejinha é uma das formas mais belas de representar os voluntários e divulgar esta importante festa. Com verdadeiro amor pela cultura e tradições, quero ser soberana da 29ª Oktoberfest para transmitir com alegria a riqueza cultural e o encantamento que compartilhamos, despertando em todos o interesse em vivenciar conosco momentos de alegria e valorização das tradições.”
3. Endieli Roberta Rörig, 22 anos
“Para mim, ser soberana vai muito além de um sonho ou uma realização pessoal. Ser soberana é representar a maior festa comunitária do Brasil, é divulgar a cultura germânica e levar nossas tradições para que mais pessoas a conheçam.”

Foto: Juliano Arnold/ Divulgação

4. Fernanda Caroline Silva de Brito, 18 anos
“É um sonho para mim, pois sempre quis fazer parte da cultura alemã e representar também com orgulho e honra a cidade de Igrejinha. E nunca fui uma princesa ou rainha, mas quem sabe eu me considere agora, mesmo sem ganhar.”

5. Isis Milena Koetz Reis, 20 anos
“Ser uma das soberanas é um sonho a ser realizado. Poder levar nossa festa e cultura para todos será de uma alegria imensa.”

6. Jéssica Beatriz Bohrer, 24 anos
“Para divulgar as tradições alemãs com muita dedicação e amor. Representar a nossa cidade em todo o Estado, mostrando toda a vontade do nosso povo em fazer a maior festa comunitária do País.”

Foto: Juliano Arnold/ Divulgação

7. Juliana Flores dos Santos, 21 anos
“Porque tudo que se deseja para nossa vida devemos correr atrás e conquistar e é isso que venho fazer nesta etapa da minha vida. Alcançar meu objetivo.”

8. Lana Martiéli Schröer, 21 anos
“Zelar, cultivar e contribuir à cultura germânica e à Oktoberfest, como valor máximo da cidade e de minha identidade.”

9. Michele Joaquina Novaes Pereira, 19 anos
“Desde quando vim morar em Igrejinha, há 14 anos, sempre tive vontade de representar a nossa cidade, sendo uma das soberanas. Tenho enorme gratidão pela oportunidade que esta cidade deu à minha família.”

10. Michele Michaelsen Cardoso, 24 anos
“Ser uma das soberanas da Oktoberfest, além de uma realização como descendente alemã e igrejinhense, é ter a honra de representar nossa festa, de mostrar e levar nossa alegria para todos.”

11. Vanessa Cardozo de Lima, 20 anos
“Ser uma das soberanas, além de representar a nossa cidade e a festa, é um sonho de criança. Poder levar a todos os lugares a tradição, a alegria da festa e contagiar a todos por onde passar.”

12. Vanessa Fernanda Hörnig, 20 anos
“Ser soberana da 29ª Oktoberfest é um sonho que tenho desde criança, além de ter grande orgulho de ser voluntária da festa, ser soberana é representar e cultivar nossa cultura com admiração, orgulho e amor.”