/Prefeito de Canela sanciona Lei de criação da Autarquia

Prefeito de Canela sanciona Lei de criação da Autarquia

Foto: Tábatha Colla/ Divulgação

O prefeito de Canela, Cléo Port, sancionou, recentemente,  a Lei Municipal nº 3.702/2015, criando, assim, oficialmente a Autarquia “Canela Eventos e Cultura”. A iniciativa visa a atender ao interesse público no sentido de fomentar o turismo municipal e qualificar esta atividade, atendendo ainda orientação do Ministério Público de Canela, objetivando a dar mais transparência e proporcionar maior participação e apoio da comunidade nos eventos do município.

Após sua efetiva implantação, a qual depende ainda da criação de cargos e da indicação das entidades representativas para composição do Conselho de Administração, a autarquia será a responsável pela condução dos eventos do município de Canela e ainda pelo planejamento das ações e desenvolvimento dos trabalhos de divulgação e promoção da cidade no mercado, seja como destino de lazer, de turismo ou negócios, buscando além da atração de turistas, o aumento da permanência e do gasto médio desses visitantes.

Considerando a necessidade de aprovação da lei de criação da autarquia, ocorrida em 5 de outubro pela Câmara Municipal de Canela, para então possibilitar a criação da estrutura de cargos da mesma, nos próximos dias a Administração Municipal deverá encaminhar ao Poder Legislativo, Projeto de Lei Complementar visando à criação dos cargos da Canela Eventos e Cultura.

Foto: Rene Hass/ Divulgação

 

Com o objetivo de não acarretar prejuízo à realização do evento Sonho de Natal 2015 e visando proporcionar a máxima transparência, a Prefeitura de Canela constituiu uma Comissão para Acompanhamento dos Eventos do Município, composta por pessoas da comunidade e por representantes do Poder Público, a qual já vem acompanhando todas as atividades da organização do Sonho de Natal.

Para o prefeito, o processo de criação foi ágil. “Entendemos que este processo foi conduzido com agilidade e rapidez, pois conforme levantamento de dados, outros processos de criação de entidade da Administração pública indireta levaram até dois anos para suas finalizações”, comenta o prefeito, Cléo Port.