/Sábado marcou a largada oficial da corrida pelos Kikitos no 44º Festival de Cinema de Gramado

Sábado marcou a largada oficial da corrida pelos Kikitos no 44º Festival de Cinema de Gramado

 

Depois da sessão inaugural do 44º Festival de Cinema de Gramado, com a exibição de ‘Aquarius’ fora de competição, o sábado, 27 de agosto, marcou o início da corrida pelos Kikitos. Foram exibidos dois curtas-metragens – ‘Black Out’, de direção coletiva, que registra a vida em uma comunidade quilombola, e ‘Aqueles Cinco Segundos’, de Felipe Saleme, que ilustra com bom-humor um momento na vida de um casal de amantes. (Foto: Painel Coprodução e Internacionalização do Audiovisual Brasileiro – Crédito: Cleiton Thiele – Pressphoto/ Divulgação)
Os dois longas da noite – ‘Elis’, de Hugo Prata, e ‘O Roubo da Taça’, de Caíto Ortiz – agradaram à plateia presente no Palácio dos Festivais, e a cinebiografia da interprete gaúcha Elis Regina conquistou definitivamente o público, que aplaudiu longamente a equipe após a exibição.
A noite deste domingo apresenta mais três produções: os curtas ‘Lúcida’, de Caroline Neves e Fabio Rodrigo e ‘A Página’, de Guilherme Andrade e o longa ‘O Silêncio do Céu, de Marco Dutra’, estrelado por Carolina Dieckmann, que já está em Gramado.
Já a mostra competitiva estrangeira inicia somente na segunda-feira, com a exibição de dois longas-metragens, a uruguaia ‘Las Toninas van al este’, de Gonzalo Delgado e Verónica Perrotta e a cubana ‘Espejuelos Oscuros’, de Jessica Rodriguez.

Tony Ramos : “Este troféu já tem lugar reservado ao lado do meu Kikito”

O Troféu Cidade de Gramado terá um lugar especial na estante de Tony Ramos, homenageado pelo 44º Festival de Cinema na noite de sábado, 27 de agosto. “Reservei um espaço ao lado do meu Kikito”, revelou o ator, no palco, onde recebeu o prêmio das mãos do prefeito municipal Nestor Tissot.
Feliz com o reconhecimento, Tony brincou com o artefato, simulando que embalava uma criança. “Troféus como esse a gente tem que ninar, acarinhar porque significa muito”, agradeceu.
O ator brasileiro que já interpretou 128 personagens em uma carreira de mais de 50 anos não conteve as lágrimas com a distinção. “O ator pertence ao seu ofício, engorda ou emagrece quando necessário, passa madrugadas gravando… E receber essa manifestação popular calorosa, ver essas imagens que resgatam a minha trajetória é o que renova essa vontade de seguir”, explicou.
A emoção aumentou com a projeção, nas telas de led que compõem o cenário no palco do cinema, de depoimentos da colega de trabalho, a atriz Carla Camurati (“Tony é um interprete de muita delicadeza e transparência, tive muita sorte de trabalhar com ele”), o diretor Flavio Tambelini, com quem Tony filmou ‘Bufo & Spallanzani’, que o consagrou como o Melhor Ator no Festival de Cinema de Gramado de 2001. “É um ator cinematográfico, que entende o personagem intimamente”, elogiou.

Foto: Enzo Arns – Diretor de Eventos Gramadotur, Vice-Presidente da Assembleia Legislativa do RS Adilson Troca, João Pedro Till – Presidente da Gramadotur, Marcos Santuario – Curador e Luiz Carlos Barbosa – Diretor de Cultura da Assembleia Legislativa do RS – Crédito: Edison Vara – Pressphoto/ Divulgação

Outro diretor, Daniel Filho, responsável por grandes sucessos de bilheteria de Tony Ramos – como em “Se eu Fosse Você” falou da longa amizade que os une: “Mais da metade das nossas vidas, trabalhamos e formamos famílias que se separaram após o fim das gravações. Mas agradeço que você faça parte da minha família e que me deixe integrar a sua”.
A surpresa de última hora ficou por conta do depoimento de Dan Stulbach, que mandou um vídeo horas antes da homenagem no qual declarou, com a voz embargada, todo o seu amor pelo companheiro de trabalho, com que fez sucesso nos palcos e nas telas: “Eu admirava o Tony, e quando trabalhamos juntos, essa admiração cresceu porque vi que tudo aquilo que ele parecia ser, era verdade. E talvez fosse até melhor, porque era verdade”.

Público externo participa da festa
Nesta 44ª uma inovação na preparação das homenagens faz com que o espetáculo da premiação comece ainda na parte externa do Palácio dos Festivais, com um desfile recheado de recordações carinhosas da carreira da personalidade. Além de imagens históricas, Tony Ramos ouviu uma trilha sonora especialmente composta para a ocasião, que mesclava canções de filmes que marcaram sua carreira.
Enquanto ele passava por este caminho sentimental, na Rua Coberta, milhares de fãs pediam fotos a Tony, acenavam, declaravam sua admiração. “Fui abraçado por homens, mulheres, crianças e jovens que começam a me conhecer agora e só posso agradecer”, afirmou.
Por outro lado, quem está dentro do Palácio pode acompanhar a transmissão pelas telas de led instaladas no palco do cinema, sem perder nenhum detalhe da festa.

‘Aquarius’ repercute em Gramado 24 horas após sua exibição

Mais de 24 horas depois da sessão que abriu o 44º Festival de Cinema de Gramado, na sexta-feira, 26 de agosto, ‘Aquarius’ ainda repercute entre convidados e a imprensa que cobre o evento.
O debate sobre o longa-metragem no final da manhã de sábado durou cerca de duas horas, e houve ainda uma coletiva de imprensa exclusivamente com a atriz Sonia Braga, que foi homenageada desta edição com o Troféu Oscarito.
Na conversa, a atriz reafirmou seu amor pelo filme: “É o melhor roteiro que li na vida, e o set mais democrático que já tive a oportunidade de trabalhar. Todas as personagens que fiz me levaram à Clara [protagonista do filme]. Ainda estou me recuperando do fim das filmagens”, revelou.

O diretor Kleber Mendonça Filho acredita que o filme apresenta um “realismo social que não se observa com frequência no cinema contemporâneo”. Para Sonia, é uma obra que enfoca o direito das pessoas à usufruírem suas vidas e cidades: “Clara é uma heroína. Ela diz que o apartamento é dela, que não vai se mudar e que só sai dali morta. É um papel que trouxe muitas coisas que eu, Sonia Braga, gostaria de dizer no momento em que li o roteiro”.
Sobre sua homenagem com o troféu Oscarito, a atriz não escondeu o encantamento com os momentos proporcionados pelo 44º Festival de Cinema de Gramado. “Se eu pudesse, ainda estaria no tapete vermelho”, confessou.
Em sua página oficial no Facebook, a homenageada um emocionado texto de agradecimento, que havia preparado para ler na noite da entrega da distinção, quando, entretanto, preferiu improvisar. O texto completo está no site do festival: http://festivaldegramado.net/noticia/71/

Fptp: Painel Coprodução e Internacionalização do Audiovisual Brasileiro – Crédito: Cleiton Thiele -Pressphoto/ Divulgação

Tecna presta apoio para produtores na rodada de negócios
O Centro Tecnológico Audiovisual do RS, Tecna, oferece consultoria para produtoras selecionadas a participarem da Rodada de Negócios promovida no 44º Festival de Cinema de Gramado. Nesta segunda-feira, 29, haverá uma reunião prévia com as empresas selecionadas para preparar o encontro com canais nacionais e internacionais, que acontece na quarta.
O Tecna promove uma programação diária no Festival, com debates e ações de visibilidade junto ao público – como a campanha #EuNoFestival, na qual os visitantes podem ter suas fotos exibidas nos monitores do tapete vermelho ao publicá-las em suas redes sociais utilizando a hasthag oficial.
O Centro Tecnológico Audiovisual do RS está localizada no TecnoPUC em Viamão e é resultado da interação entre universidades, empresas, poder público e sociedade. O Tecna oferece para a comunidade cinematográfica e profissionais liberais uma carteira de serviços de assessoria à produção audiovisual e ainda disponibiliza espaços e equipamentos para locação.

PROGRAMAÇÃO

Segunda-feira, 29
10h – Teatro Elisabeth Rosenfeld
Reprise longas em competição: Elis, de Hugo Prata; O roubo da taça, de Caito Ortiz
10h30 – Sociedade Recreio Gramadense
Debate filmes em competição (Curta: Lúcida, de Caroline Neves e Fabio Rodrigo; Curta: A Página, de Guilherme Andrade; Longa brasileiro: O Silêncio do Céu, de Marco Dutra)
14h – Sociedade Recreio Gramadense
Debate “Políticas Públicas para o Audiovisual”, com o secretário de Cultura do Estado, Victor Hugo, Milena Evangelista (Secult/PE), Alfredo Bertini (SAV), Carmem Abreu (CBC), Steve Solot (Rio Film Commission). Mediação do jornalista Roger Lerina14h – Palácio dos Festivais
Mostra de longas gaúchos: Epidemia de Cores, de Mario Eugenio Saretta
16h – Palácio dos Festivais
Sessão Sundance: Mammal, de Rebecca Daly
Após a exibição, haverá debate com a presença da atriz vencedora do Globo de Ouro Rachel Griffiths

Foto: Carolina Dieckmann, atriz do filme Longa Metragem Brasileiro “O Silêncio do Céu” – Crédito: Cleiton Thiele – Pressphoto/ Divulgação

16h30 – Sociedade Recreio Gramadense
Consultoria para Rodada de Negócios com Sundance
17h30 – Sociedade Recreio Gramadense
Lançamento da revista Teorema Crítica de Cinema – edição 27
19h – Palácio dos Festivais
Mostras competitivas (Curta: Ingrid, de Maick Hannder; Longa estrangeiro: Las toninas van al este, de Gonzalo Delgado e Verónica Perrotta)
21h30 – Palácio dos Festivais
Mostras competitivas (Curta: O Ex-Mágico, de Mauricio Nunes e Olimpio Costa; Longa estrangeiro: Espejuelos Oscuros, de Jessica Rodríguez)

Ministério da Cultura e Secretaria de Estado da Cultura apresentam o 44º Festival de Cinema de Gramado. Tem patrocínio do BNDES, Stella Artois e Petrobras, e copatrocínio do Banrisul. Apoio especial: Sundance Channel e Snowland. Apoio: Caracol Chocolates, Stemac, Pompéia, More Bass, CiaRio, O2 Produções, Canal Brasil, Revista de Cinema, RBSTV e CVC. Apoio institucional: Corsan, Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, Fundacine, ACCIRS, IECINE, APTC e SIAV. Ingressos: Imply. Agente Cultural: AM Produções. Promoção: Prefeitura de Gramado. Financiamento do Pró-Cultura RS, Secretaria de Estado da Cultura, Governo do Estado do Rio Grande do Sul. É uma realização da Gramadotur, Ministério da Cultura, Governo Federal.