/4 perguntas para Eduardo Sanovicz

4 perguntas para Eduardo Sanovicz

Eduardo Sanovicz é presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR).


1 – Como está a retomada da malha viária?
A retomada da malha aérea está ocorrendo na medida que em alguns destinos as atividades econômicas estão voltando a ser exercidas. Em outros destinos, as pessoas estão começando a retomar seus projetos e suas vidas. Em terceiro lugar, temos o avanço da campanha de vacinação, já superando 41 milhões de pessoas. No mês de maio, o primeiro mês neste ano em que a malha aérea doméstica melhora em relação ao mês anterior. Fechamos maio em 42,7%, com uma média diária de 1.026 decolagens.

Foto: Instagram Congonhas Airport


2- Como está o planejamento para os próximos 6 meses?
Nós esperamos que ao longo dos próximos seis meses a campanha de vacinação avance e atinja números massivos. Na razão direta do avanço da vacinação, entendemos que poderemos construir um número muito maior de voos. Esperamos que cheguemos ao fim do ano, sempre vinculando ao aumento da vacinação, com volume perto de 70% a 75% da malha no ar.


3- Qual é o tamanho da malha aérea brasileira hoje? 
Para o fim de maio, poderemos superar 50% da malha no ar, ou o equivalente a 1,2 mil decolagens diárias. Esse é o cenário na virada de maio para junho.

Foto: Instagram Congonhas Airport


4- A Itapemirim é uma nova empresa aérea, tem perspectivas de novas?
O mercado brasileiro está aberto há mais de dois anos, tanto para investidores brasileiros quanto para estrangeiros. As empresas low cost internacionais passaram a operar assim que a regra de bagagem mudou e permitiu a elas praticar seu modelo de negócios aqui. A Itapemirim surge como uma proposta brasileira, com acesso ao capital estrangeiro, segundo informações de mídia. Estamos sempre aqui torcendo para que ocorram novos projetos, para que todo mundo possa ter acesso ao modal aéreo com preços competitivos em todo os destinos do país.

Foto: Instagram Itapemirim Fanpage