/4 perguntas para Enzo Arns

4 perguntas para Enzo Arns

Enzo Arns é o atual presidente executivo do Gramado Canela Convention & Visitors Bureau Região das Hortênsias e diretor da Matilha Entretenimento Criativo. Já ocupou a vice-presidência da entidade, além de ter atuado como diretor de eventos e conselheiro da Gramadotur em gestões diferentes. Trabalhou também na gerência de projetos na Associação Brasileira das Operadoras de Turismo e no Ministério do Turismo para um programa internacional da ONU para o setor. Atualmente é consultor de turismo em cidades em Minas Gerais e na Bahia, entre outras localidades.

Foto destaque: Cleiton Thiele

1- Saberia medir queda do turismo de eventos na Região das Hortênsias?

Sim. Desde o primeiro trimestre de 2020 que nós sentimos a queda no número de eventos. É um período muito longo. Nesse meio do caminho foi possível executar alguns pequenos eventos e alguns grandes. No ano passado foram dois eventos grandes que foram a Zero Grau e o Festuris. O total de eventos de 2020 é de 61 eventos. Esse ano conseguimos fazer o Summit e a Festuris Connection, fora isso eventos menores que para um número que estava no patamar de 438 eventos em 2019 é possível ver o tamanho da diferença.

Festuris 2020 – Foto: Divulgação

2- A retomada será gradativa? Se sim, a previsão de vocês é ainda para 2021?

Do ponto de vista de protocolos nós executamos todos os eventos com segurança, em eventos pequenos, médios e grandes. Todas as iniciativas foram muito positivas. Para eventos sociais há um problema maior e essa retomada nós imaginamos que a partir do momento em que a tivermos uma vacinação de 50% da população. E essa população economicamente ativa mais forte que está aí entre 35 e 55 anos. Quando esta população estiver vacinada teremos uma retomada muito significativa. Eu não acho que ela vai acontecer de forma gradual, eu acho que a partir do momento que tivermos esta liberação esses eventos vão vir de uma forma muito grande porque eles estão represados e eu imagino que teremos um último trimestre de 2021 muito significativo e um primeiro semestre de 2022 que será um dos melhores da história. E nós percebemos isso pelo movimento de turismo de lazer e da retomada de compras e economia de outros setores.

Gramado Summit 2021 – Foto: Divulgação

3- O Convention pensa em lançar alguma campanha educativa para os turistas que vierem a cidade?

Nós temos uma ação que já está sendo feita pelo Convention, que é uma ação de promoção do destino Gramado, com um vídeo que foi feito em parceria com a prefeitura, para mostrar que Gramado é uma cidade segura e que tem protocolos. Nós também temos um trabalho com cada um dos quatro destinos que a gente trabalha fortemente Gramado, Canela, Nova Petrópolis e São Francisco de Paula, mostrando também que estes destinos são seguros e que neles são seguidos os protocolos. No que se refere aos turistas, existem ações das próprias prefeituras e de outras entidades de Gramado, Canela e região que têm atuado diretamente com o turista. Mas, quando a gente fala do cliente de negócios, de eventos, esse sim existe uma ação muito próxima com os organizadores e temos feito um trabalho forte de mostrar para eles a importância de seguirem estes protocolos de segurança.

Zero Grau 2020 – Foto: Divulgação

4- Vocês estão desenvolvendo algum mote específico para atrair o turismo de evento? Exemplo Gramado Segura?

Existem os selos Gramado Destino Seguro, Canela Destino Seguro, Nova Petrópolis Destino Seguro e São Chico Destino Seguro, conforme já mencionado anteriormente. Todas eles têm ações que estamos movimentando nas redes sociais, hashtags, ações para o público final, para organizadores e para a população desses municípios divulgarem.