/4 Perguntas para Luia Barbacovi

4 Perguntas para Luia Barbacovi

Nossa entrevista desta quinta-feira é com o Vice-prefeito de Gramado e Presidente do Conselho da GramadoTur, autarquia municipal de Turismo e Cultura, responsável pelos grandes eventos realizados na cidade de Gramado, que nesta gestão também acumula o cargo de chefe de gabinete.

1- Cem dias no Governo, como você projeta o cenário de agora para frente, perante o que já experienciou nesta nova gestão?

Eu sempre brinco com o Nestor que estamos colocando a casa em ordem. Justamente pelo fato de que o gramadense não pode esperar. Trabalhamos incansavelmente para garantir que todos os credores da Prefeitura tivessem suas contas quitadas, sendo esse o maior desafio, uma vez que, vários documentos haviam sido cancelados no término de 2020. Virada essa página estamos vislumbrando novos horizontes, principalmente no quesito investimentos e busca de recursos federais. Encaminhamos mais de R$ 64 milhões em projetos nas diversas áreas da cidade, com destaque para o incentivo turístico através da construção e pavimentação de ruas. A partir das mudanças que estamos trabalhando, o foco maior será o desenvolvimento, e principalmente atender os anseios e as demandas de toda a comunidade.

2- Eventos são as molas mestras da economia gramadense. O que vocês, na GramadoTur, estão desenvolvendo para que eles voltem acontecer e em que cenário?

O início da fusão entre Gramadotur e Secretaria de Turismo foi o primeiro passo para garantir a retomada econômica de Gramado e a realização dos eventos públicos. Associadas, teremos os interesses da cidade concentrados em um único local, aliás algo que deveria ter sido realizado no passado. Com base na experiência e segurança, a Prefeitura e a Gramadotur estão buscando vários selos de excelência para garantir uma retomada segura tanto para nossa comunidade quanto para nossos visitantes. Muito em breve teremos nossa economia pujante, graças as parcerias que Nestor e eu estamos conquistando. Nosso trabalho tem sido incansável a fim de garantir que nossa cidade retome o destaque de sucesso que sempre teve no estado, país e mundo.

Foto: Cleiton Thiele

3- Hoje Gramado atua em quais cenários para colocar município nos holofotes de uma cidade segura?

Desde o início da gestão estamos focados em conciliar saúde e economia. Não houve um só dia que nosso objetivo tenha sido diferente. Obviamente que diante das inúmeras incertezas provocadas pela pandemia, garantir com exatidão o quesito seria de certa forma irresponsável de minha parte. Porém, com o auxílio de toda uma equipe, de homens e mulheres dispostos a trabalhar por Gramado, estamos equilibrando a balança. Exemplo claro é a grande redução de novos casos, hospitalizações e a diminuição de mortes. Obviamente, sem uma população ordeira, parceira e entendedora da gravidade da situação, nada disso seria possível. A retomada dos eventos públicos e empresariais sem prejuízos para a saúde pública será o grande divisor neste momento, inclusive obtivemos autorização para realização do Festuris Connection e do Gramado Summit, justamente pelo fato do governo do estado entender que Gramado está preparada para a retomada.

4- A Prefeitura e a Gramadotur somadas estão entre as maiores empregadoras do município. Como vocês estão administrando dentro desta crise jamais vista na história da cidade?

Com gestão, gestão de pessoas e recursos. As experiências somadas, do Nestor e a minha, nos habilitou para que fôssemos vitoriosos nas eleições de novembro, porém sabemos que há muito ainda a ser feito. Infelizmente, tivemos que tomar decisões duras, mas que logo ali na frente vai significar a sobrevivência da Prefeitura e das ações realizadas nas mais diferentes Secretarias. Isso é gestão, é equalizar arrecadação e despesas, e acima de tudo experiência. Trabalhamos com a certeza que não estamos fazendo pelo Nestor ou pelo Luia, mas sim para cada gramadense, aquele que depositou o voto de confiança ou não, somos o prefeito e o vice de Gramado. Somos representantes da cidade símbolo do turismo nacional, do case de sucesso, do chocolate artesanal e de pessoas que carregam no olhar a certeza de que dias melhores serão vividos aqui em Gramado.

Foto: Cleiton Thiele