/A reinvenção do turismo com a tecnologia

A reinvenção do turismo com a tecnologia

Mais do que nunca, o momento nos mostra a importância de setores como o Turismo e a Tecnologia andarem lado a lado. Vamos utilizar o exemplo da cidade de Gramado para explicar isso. Localizada na Serra Gaúcha, Gramado é reconhecida nacionalmente pela qualidade turística que possui. Atualmente, 85% do seu Produto Interno Bruto (PIB) é proveniente do turismo.

Porém, em momentos de crise – como o atual causado pela pandemia -, o fluxo de turistas acaba sendo afetado de diferentes maneiras. Diante disso, é importante encontrar alternativas inovadoras para movimentar o turismo de forma eficiente mesmo em tempos complicados.

Antes de vivenciarmos uma pandemia, muitos viajantes já utilizavam ferramentas digitais em todas as etapas da jornada de compra. Quer um exemplo? Os brasileiros estão entre os que mais usam o smartphone para viajar e organizar seus passeios, segundo pesquisa do site TripAdvisor. 

Agora, consequentemente o turista está mais exigente, procurando alternativas que evitem aglomerações e que facilitem os processos. Portanto, a digitalização pode contribuir para oferecer inúmeras experiências aos visitantes, criando competitividade e diferenciação. 

Quer entender como? Vamos aos exemplos:

Compartilhamento de experiências: por meio das redes sociais, as marcas turísticas podem se apropriar de relatos dos usuários, divulgando as experiências e os diferenciais do seu empreendimento. Por outro lado, os visitantes podem buscar informações de outros usuários em muitas plataformas para organizarem a viagem. 

Menos processos: a tecnologia vem justamente para sanar dores e diminuir o tempo de longos processos. No turismo, muitas fases da cadeia podem ser beneficiadas com as ferramentas tecnológicas, desde a reserva e check-in na hotelaria até a organização de roteiros de forma virtual. 

Mais segurança: já comentei anteriormente que o viajante do momento atual exige maior segurança ao longo da viagem. A tecnologia pode ajudar em várias situações, como por exemplo no controle de capacidade das atrações e na entrada dos ambientes, por meio de inteligência artificial.

Aprimoramento: a tecnologia no turismo também pode ser usada para melhorar a experiência do viajante em diversas atrações, como por exemplo serviços de audiodescrição em pontos turísticos ou a possibilidade de realidade aumentada para contar histórias. 

Nichos de mercado: a criação de experiências nichadas dentro do turismo é facilitada. Com serviços de geolocalização e buscas, é possível atingir o público-alvo interessado em determinado segmento, bem como o inverso, facilitando que o próprio viajante encontre atrações diferenciadas. 

Estímulo ao desejo: nada melhor do que a tecnologia para criar o desejo nas pessoas. Afinal, com anúncios, imagens, relatos e experiências, é possível conquistar inúmeros novos clientes e também reter aqueles que já conhecem o seu negócio. 

Com esses exemplos, podemos perceber que a transformação digital no turismo é um caminho em ascensão e uma boa alternativa para quem precisa se reinventar no momento atual. 

Marcus Rossi
CEO e Fundador da Gramado Summit