/Com Iraci Casagrande Koppe patrona, Feira do Livro de Gramado tem início nesta sexta-feira

Com Iraci Casagrande Koppe patrona, Feira do Livro de Gramado tem início nesta sexta-feira

Após deixar de realizar no ano passado, a Prefeitura de Gramado, por meio da Secretaria da Cultura, a cidade volta a receber parte da programação de sua tradicional Feira do Livro, que chega a sua 24ª edição, presencialmente na Praça Major Nicoletti de hoje (1º) a 12 de outubro. A programação, que pode ser conferida na íntegra no site da Prefeitura de Gramado, conta com a curadoria da escritora, historiadora e primeira Rainha da Festa das Hortênsias, Iraci Casagrande Koppe.

A abertura oficial da 24ª edição da Feira do Livro de Gramado acontece às 16h na Praça Major Nicoletti. O secretário de Cultura, Ricardo Bertolucci Reginato destaca a importância da Feira. “Assim como o turismo, a cultura foi extremamente afetada pela pandemia, por isso, estamos incentivando toda e qualquer atividade que promova nossa classe cultural. A Feira do Livro de Gramado é um exemplo claro que precisamos preservar nossa identidade material e imaterial. Através da leitura criamos um mundo de possibilidades”, disse.

Confira a Programação da 24ª Feira do Livro de Gramado através do link: https://bit.ly/3uwGAqA

Iraci Casagrande Koppe

Nasceu em 15 de agosto de 1932, em Capinzal/SC. Aos 5 meses foi trazida para Gramado por seus avós, Pierina e Henrique Bertolucci, tendo sido criada por eles. Em 1958, foi eleita a 1ª Rainha das Hortênsias, evento que transformou Gramado em cidade turística. Pesquisadora da história do município, escreveu durante muitos anos para o Jornal de Gramado. Em 1999 recebeu o título de Cidadã Gramadense, de 1996 a 2000 ocupou o cargo de Diretora do Arquivo Histórico Municipal, Museu de Arte, Museu Municipal e Conselho de Patrimônio Histórico de Gramado, ocasião em que fundou o Arquivo e Museu dos Festivais de Cinema e escreveu o livro “Raízes de Gramado II”.

Em parceria com o pesquisador Carlos Gilberto Drecksler, escreveu os livros “Era uma Vez” ,”Eterna Sociedade Recreio Gramadense” “Retratos” e “Romantismo”. Orgulhosa de pertencer a esta comunidade, escreveu também “100 Anos – Paróquia São Pedro” em 2017. Destacou igualmente a força da comunidade, que transformou a cidade no principal pólo turístico do Rio Grande do Sul, em sua mais recente obra

O Lago, as Hortênsias e o Turismo”

Em 2021, Iraci deu início a realização de um sonho que manteve guardado por anos. O trabalho de pesquisa, resgate e registro das memórias de Gramado será realizado em novos formatos. Este novo projeto chama-se “Gramado tem história” outro objetivo é compartilhar nas redes sociais as histórias da cidade.

Crédito: Lucas Dias/Divulgação