/Covid-19: Governo do RS atualiza decreto e esclarece itens que não podem ser vendidos em supermercados

Covid-19: Governo do RS atualiza decreto e esclarece itens que não podem ser vendidos em supermercados

No decreto publicado neste sábado (13/3) que trouxe alterações para as petshops e para o exercício físico com fins de reabilitação, também foi alterado o Decreto 55.764, de 20 de fevereiro de 2021, que determinou a suspensão geral de atividades não essenciais entre 20h e 5h. Entre os ajustes, o governo deixa claro os itens que não podem ser expostos nos supermercados, já que só podem ser comercializados itens essenciais para reduzir a circulação de pessoas.

Os produtos que devem estar tapados para não permitir o acesso de clientes de forma presencial, mas que podem ser vendidos por tele-entrega, são:

  • eletroportáteis e eletrônicos, ressalvados itens de informática, de telefonia e os relacionados ao preparo e à conservação de alimentos;
  • beleza e perfumaria;
  • decoração;
  • vestuário;
  • brinquedos e jogos;
  • esporte e lazer; e
  • cama, mesa e banho, ressalvados itens relacionados ao preparo e à conservação de alimentos.

Foto: FreePik.com

Fonte e texto: Governo do RS