/Di Pietro: 20 anos oferecendo uma culinária com alma

Di Pietro: 20 anos oferecendo uma culinária com alma

Reabrir os restaurantes: um ato de coragem. E os restaurantes estão abrindo, mesmo de forma tímida. Nesta semana que escrevo, a realidade no Estado do Rio Grande do Sul, é de que tudo funcione somente de segunda a sexta-feira. Veja bem o contexto da Serra Gaúcha, especialmente a região das Hortênsias, que tem em sua matriz econômica o turismo: no final de semana, quando a maioria das pessoas saem para dar uma espairecida aqui nesta região predominantemente turística, os restaurantes estão fechados e a hotelaria pode abrir apenas com 50%.

Aproveitei a janela de permissões e sai para almoçar. Fui no Di Pietro, lugar que já mencionei inúmeras vezes que me sinto em casa. Momento de reencontro com os amigos que por lá trabalham. Gosto de lugares que já sabem de cor o gosto do cliente. O Jeferson e a Elis, já sabem de cor e salteado o que gosto. Para mim, isto é o que faz o diferencial do lugar. De um momento que era corriqueiro, passou a ser quase um luxo. Serviu para reencontrar antigos frequentadores e rever a equipe.

A culinária por lá mudou, agora é “meio que um self-service”, e pois as porções que você pode se servir, vem embaladas individualmente, e os pratos quentes são servidos pela equipe. Tudo bem organizado. Tudo dentro das normas exigidas. Nada fora do lugar. Pode ir com tranquilidade com os devidos cuidados pessoais, pois o auto cuidado é fundamental.

O sabor da comida é o de sempre, delicioso. Mas a sensação de ir em um restaurante, agora é outra. A escolha não se limita aos pratos ali oferecidos, mas ao conjunto de sensações que a reunião em torno da mesa proporciona. É o encontro, há sentimento, é como se fosse um conjunto de emoções que está dentro de um envelope e você vai abrindo e encontrando. Gosto disto, sentar com o queridíssimo proprietário, Josiano Schmitt, onde, conversa vai e conversa vem, acabamos por resolver todos os problemas do mundo dentro dos nossos sonhos, mesmo com as devidas divergências.

Tenho para mim que os estabelecimentos deverão ser mais simples e funcionais, sem supérfluos ou extravagâncias, essas coisas são irrelevantes agora, porque já é luxuoso poder sair de casa com segurança.

Di Pietro sempre teve esta pegada de oferecer uma boa refeição e um clima de amizade e carinho entre seus clientes.

Mas para deixar você de água na boca, a culinária servida está excelente como sempre, embora os serviços tenham mudado. Com 20 anos de história, já é um lugar tradicional em Gramado e serve Parrila, Sopas e A La Carte, a valoriza o produtor local, está sempre presente para entregar uma excelente experiência gastronômica.

Risotos, massas, carnes, e uma infinidade de sobremesas fazem do cardápio, um diferencial do restaurante que muda o cardápio, todo santo dia.

Localizado ao lado da Igreja São Pedro, bem no coração de Gramado, a decoração remete a uma Igreja católica, onde quadros e imagens de Santos são todos voltados para o catolicismo. Um lugar que pode acalmar seu coração e aquecer sua alma.

Serviço:

Restaurante Di Pietro

Rua Pedro Benetti, 05 Centro – Gramado-RS
Horário: segunda a sexta-feira, das 11h30min as 15h
(Observe a bandeira do estado, no plano do distanciamento controlado )

Fotos: Gustavo Merolli