/Terroir Gramadense

Terroir Gramadense

No quintal de Gramado uma Vinícola. Aliás diga-se de passagem que uma bela Vinícola. Fui recentemente visitar a Ravanello, e muito surpresa com tudo. Desde a entrada até a saída.  Cada detalhe milimetricamente calculado. 

Vinícola boutique assim eu a classifico. Obviamente comecei fotografando todos os parreirais que estão em seu período de dormência. Ao inicio de cada parreiral tem as roseiras que além de embelezar tem objetivos técnicos. 

O Terroir  formado por flores, alcachofra, lavandas, abelhas, e uma infinidade de  temperos plantados ao longo da entrada da Vinícola além de dar um charme danado  ajuda a extrair mais aromas e sabores para os vinhos.  Aromas por todos os lados.

A vinícola, com inúmeras barricas de carvalho francesa, dão o rumo do que vem na taça. Um detalhe, a parte, é tão limpa, mas tão limpa, que parece que não estão vinificando, no local.

Fundada pelo engenheiro Normélio Ravanello, que desde jovem participava das atividades vitivinícolas da família em Antônio Prado, na Serra Gaúcha.  Mesmo que atuava na engenharia,  sempre se manteve conectado com o vinho.  Em 2005  deu inicio ao seu sonho quando iniciaram o empreendimento.  As primeiras  vinificações, em 2008 e 2009, ocorreram na vinícola experimental da Embrapa, em Bento Gonçalves, RS. A vinificação no estabelecimento da Vinícola Ravanello iniciou em fevereiro de 2010.

Fiz um tour guiado pelo proprietário, Alexandre Ravanello e o enólogo, Israel Cordeiro, e degustei os mais diversos rótulos que a vinícola oferece. Todos os vinhos com excelentes tipicidade da fruta o que entrega muito na garrafa.  Já era apaixonada pelo Chardonnay barricado, e sigo, eu diria que está ente os meus três chardonnays  brasileiros prediletos, ou melhor dizendo, agora entre os dois pois um deles a vinícola não está vinificando mais. Agora gostei muito do Blend regiões,  desde o rótulo até o liquido, claro, né!!  Outro muito especial é o Dionísio, nome do pai do Fundador e o Deus do Vinho. 

Além do tour e degustação, tem uma sala muito elegante para eventos, e um jardim onde as barricas que não estão sendo usadas, foram reutilizadas para mesas e bancos, um jardim para chamar de meu.

Vale a visita, e como vale. 

#cheers