/Valorizando o que é de Gramado

Valorizando o que é de Gramado

Artesanato local. (Foto: Ana Pacheco)

A cidade serrana de Gramado abrirá espaço novamente para a realização de um de seus eventos que mais elevam o talento da comunidade local. A Feira Feito em Gramado, que enaltece produtos confeccionados no município, retorna este ano em sua IV edição, no Centro de Convenções e Eventos ExpoGramado, de 16 de abril a 3 de maio de 2015.

Móveis locais. (Foto: Divulgação)

Móveis, artesanato, chocolates, confecções, entre outros serão destaque nesta edição, que é realizada pela Prefeitura de Gramado, através da Secretaria de Indústria, Comércio, Serviços e Trabalho. O evento conta com o apoio, sempre fundamental, do SEBRAE, que não mede esforços quando o assunto é o desenvolvimento socioeconômico das micro e pequenas empresas brasileiras.

Espaço do evento. (Foto: Divulgação)

O evento objetiva fomentar e impulsionar o micro e pequeno empreendedor, MEIs, artesãos, artistas plásticos, que sejam gramadenses, estimular e a economia do município, abrir novos mercados, oportunizar o lançamento de novos produtos e proporcionar aos expositores debates voltados ao empreendedorismo e inovação.

Artesanato local. (Foto: Ana Pacheco)

“A Feira Feito em Gramado é uma oportunidade ímpar para a comunidade gramadense mostrar seu talento e, na mesma intensidade, uma forma de a Administração Pública fomentar o micro pequeno empreendedor. O evento vem ao encontro da valorização do que é produzido aqui, em terras gramadenses. Temos certeza que o público irá se surpreender”, destaca o secretário de Indústria, Comércio, Serviços e Trabalho, Ilton Gomes.

Malharias locais. (Foto: Ana Pacheco)

A 25° Festa da Colônia acontece em espaço anexo aos pavilhões do ExpoGramado, onde acontecerá a IV Feira Feito em Gramado. O Complexo conta com amplo estacionamento gratuito para maior comodidade dos visitantes. Para Gomes, a concomitância dos dois eventos será um ponto positivo para Gramado, pois o foco de ambos é mostrar as origens do município e sua cultura, seja histórica ou econômica. “A alegria do povo gramadense, bandinhas, mesa farta e muita animação juntam-se com o talento da comunidade”, frisa o Secretário.

Móveis locais. (Foto: Divulgação)

Toda empresa de micro e pequeno porte, MEIs, artesãos, artistas plásticos, que seja gramadense, pode participar da feira. Apenas será cobrada a taxa de adesão no valor de R$ 159,23, o que dá direito a um estande padrão.