/Viticultor Renê Tonello é reconduzido para direção do Conselho de Administração da Cooperativa Vinícola Aurora

Viticultor Renê Tonello é reconduzido para direção do Conselho de Administração da Cooperativa Vinícola Aurora

Os também produtores de uva Celito César Bortoli e Ivan Marini estarão à frente do Conselho de Administração no biênio 2022-2024. Reeleito, Tonello faz um balanço positivo da primeira gestão e projeta expansão para o próximo período

Os viticultores Renê Tonello e Celito César Bortoli foram reeleitos para a presidência e vice-presidência do Conselho de Administração da Cooperativa Vinícola Aurora.  No pleito realizado ao longo da última quinta-feira (7), e que contou com o número recorde de 820 associados votantes, o também viticultor associado Ivan Marini foi conduzido ao posto de secretário para a gestão 2022-2024. O trio representará as 1,1 mil famílias associadas e mais de 600 funcionários que compõem o quadro cooperativo e empresarial da Vinícola Aurora. O executivo Hermínio Ficagna permanece como diretor superintendente da maior cooperativa vinícola brasileira.

Ao fazer um balanço do período em que está na presidência, Tonello destaca a união entre os membros da direção, Conselho de Administração, com os corpos técnicos e executivos na condução do trabalho na cooperativa.  

“Não se vai a lugar algum sozinho, ainda mais em se tratando de uma cooperativa. Essa forma de atuação tem trazido ótimos resultados: chegamos a um faturamento recorde de R$ 746 milhões e um crescimento de 6,5% em 2021. Somado a estes números, vemos a participação cada vez maior do associado dentro da cooperativa, a busca pela melhora constante da matéria-prima, que acaba resultando em produtos de qualidade ímpar, e uma série de outros avanços”, resume o presidente.            

Como desafios para os próximos dois anos, Tonello cita a necessidade de ampliação da capacidade produtiva e de estocagem, que deverão ser supridas com a compra de novos tanques que serão instalados na unidade inaugurada em 2019 no Vale dos Vinhedos.

“Estamos desenvolvendo o novo planejamento estratégico para os próximos 10 anos, elegendo prioridades e debatendo com o Conselho de Administração o futuro da Vinícola Aurora. Esse futuro passa por levar conhecimento ao associado, pelo estímulo à continuidade dos jovens na viticultura, participação das mulheres e também pela busca constante pela inovação no campo”, enumera.

Crédito: Eduardo Benini  

Viticultores à frente da Vinícola Aurora
De acordo com as diretrizes do estatuto da cooperativa, todos os integrantes do Conselho de Administração devem ser viticultores associados. O regulamento permite até duas reeleições de cada chapa, devendo, entretanto, apresentar 1/3 de renovação –  sendo que o mais novo deve ceder lugar a outro cooperado.        

Renê Tonello está na presidência da cooperativa desde outubro de 2020. É produtor de variedades para a elaboração de suco de uva, como Isabel comum e precoce, Bordô e Carmen, na Linha Buratti, em Bento Gonçalves. Com 59 anos, é cooperado desde 1980, dando continuidade ao legado do nono Antônio Guilherme Tonello, que já era sócio nos primeiros anos de fundação, ainda na década de 1930.

Permanecendo na vice-presidência, Celito César Bortoli, 66 anos, mora e produz na localidade de Lajeadinho, em Veranópolis. Cooperado desde 1982, segue a atividade desenvolvida pelo pai, Olímpio Bortoli, associado à cooperativa na década de 1940. Bortoli, que produz as variedades viníferas Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Trebbiano, Merlot e a híbrida Lorena, elogiou a participação maciça dos associados na eleição.

“Desde os mais idosos, muitos até com dificuldades de locomoção, até os mais jovens, o que demonstra o interesse de todos que formam a cooperativa. É importante ressaltar o papel dos funcionários também, sempre muito dedicados. Essa união já destacada pelo presidente é fundamental para colhermos os frutos de um mercado que vem crescendo em relação ao vinho brasileiro. A Aurora como líder de mercado em suco de uva e em vinho fino acaba sendo um termômetro deste novo momento que, mesmo com algumas dificuldades em relação aos insumos, tem sido de crescimento constante”, avalia.

O novo secretário, Ivan Marini, 41 anos, vem da Linha Brasil, em Pinto Bandeira, e é associado à Aurora desde 2004. Marini produz as variedades Chardonnay, Tannat, Merlot, Moscato R2, entre outras, e dá continuidade ao trabalho do pai, Alcides, 69 anos, também cooperado.

A Vinícola Aurora produz mais de 60 variedades de uvas, cultivadas em 2,8 mil hectares de área. As famílias cooperadas estão presentes em 11 municípios da Serra Gaúcha, com sede em Bento Gonçalves.

Celito César Bortoli,  Renê Tonello e Ivan Marini foram eleitos para presidir o Conselho de Administração da Vinícola Aurora no próximo biênio         
Crédito: Eduardo Benini