/Vitis Aurora supera expectativas e reúne mais de 3,5 mil pessoas em Pinto Bandeira

Vitis Aurora supera expectativas e reúne mais de 3,5 mil pessoas em Pinto Bandeira

Sexta edição da feira foi realizada pela Vinícola Aurora nos dias 25, 26 e 27 de maio e apresentou inovações e tecnologias aplicadas no cultivo da uva. Visitantes de mais de 50 municípios do RS e SC prestigiaram a amostra

Mais de 3,5 mil pessoas prestigiaram o 6º Vitis Aurora 2022, realizado nos dias 25, 26 e 27 de maio no Centro Tecnológico Vitivinícola da Vinícola Aurora, em Pinto Bandeira, na Serra Gaúcha. Vindos de mais de 50 municípios das regiões gaúchas da Serra, Campos de Cima da Serra, Campanha, Planalto e Vale do Taquari, e do estado de Santa Catarina, a maioria dos visitantes foi de viticultores e produtores de outras frutas. O evento aberto ao público apresentou inovações e tecnologias que são aplicadas no cultivo da videira.

Em formato de circuito, o Vitis Aurora reuniu 87 expositores, com variedades de máquinas, implementos, ferramentas, mudas, fertilizantes e defensivos. Também foram ministradas palestras, que envolveram cerca de 300 pessoas, e minicursos de degustação.

O coordenador Agrícola da Vinícola Aurora, o agrônomo Maurício Bonafé, afirma que a sexta edição superou as expectativas em termos de público, de número de expositores e também na representatividade das regiões produtoras. Ele acrescenta que o objetivo principal da feira, de levar conhecimento, com o apoio de entidades de pesquisas como Embrapa e Emater, foi atingido com sucesso. 

“Conseguimos apresentar o que há de melhor em tecnologia, inovação e pesquisa ligadas ao cultivo da uva. Também recebemos um retorno muito positivo dos participantes sobre a forma como esse conhecimento foi passado através das palestras, demonstrações e minicursos. O resultado poderá ser visto na propriedade de cada participante, podendo melhorar o manejo, reduzir custos de produção e produzir uma matéria-prima cada vez melhor”, garante.   

As demonstrações referidas por Bonafé foram de pulverizadores por meio de drones terrestre e convencional, com uso de taxa baixa de volume de calda para o tratamento das parreiras. Também foram mostrados o aplicativo de caderno de campo e controle de custos de produção, o projeto que monitora a fertilidade de gemas, como estratégias para a poda, e o sistema de monitoramento para controle do míldio, conhecida popularmente como mufa (Sistema Croop).

Os programas de testes e desenvolvimento de novas variedades e de clones de videiras, desenvolvidos junto à Embrapa Uva e Vinho, foram ainda atrações do Vitis Aurora. Outro programa realizado através de parcerias, o Juntos para Competir, reúne Aurora, Senar e o Sebrae, que possibilita diversas melhorias na propriedade rural, também teve espaço durante os três dias da feira.

Lado social do Vitis Aurora 2022

Mais do que apresentar as novidades ligadas ao setor vitivinícola, o Vitis Aurora proporcionou, neste ano, a estreia da Feira do Artesanato e Produtos Coloniais, um espaço destinado a comercialização de produtos de associados e familiares da Cooperativa Vinícola Aurora. Sete mulheres estiveram representando o projeto MAE (Mulheres Aurora Empreendedoras) e a Associação dos Artesãos Aurora, expondo e vendendo desde joias até produtos coloniais.

O presidente do Conselho de Administração da Aurora, Renê Tonello, reitera que essa foi uma iniciativa da organização do evento com o intuito de reforçar a importância do empreendedorismo feminino.

“É um estímulo para uma atividade complementar na propriedade familiar dos cooperados. Também foi uma forma de levar um pouco do que é produzido de forma artesanal e que já é comercializado junto à matriz para o público que visitou a feira”, explicou.

Tonello acrescenta que as novidades tecnológicas, a preocupação com o meio ambiente e com a maior rentabilidade das propriedades também são fatores de incentivo à continuidade dos jovens na viticultura.

“Hoje, tanto o filho do associado como outros jovens que estão na agricultura já veem essa atividade como um negócio, e ter essas informações para a melhoria da matéria-prima é fundamental para que permaneçam produzindo. Também considero importante o que foi apresentado para amenizar as perdas que acontecem por motivos climáticos, como a cobertura das parreiras, os sistemas de irrigação e o seguro agrícola”, mencionou.

O 6º Vitis Aurora contou com o apoio da Prefeitura de Pinto Bandeira, Embrapa e Emater/RS, com patrocínio do Sicredi, UniAgro (Bayer), ADAMA e CATR (Basf). A realização foi da Vinícola Aurora.